Os Esquecidos – Nº1 Dominique Wilkins “the Human Highlight Reel”

Durante 10 dias vamos nomear os 10 jogadores mais underrated da história da NBA. São jogadores que marcaram o jogo de uma maneira ou de outra mas que no final foram esquecidos por muitos fãs da NBA.

  • Anos: 1982-1999
  • Pontos: 24.8 por jogo ( 26668 no total – 64º em Ranking )
  • Steals: 1.3 por jogo( 1378 no total – 61º e Ranking )
  • Win Shares: 117.47 ( 48º em Ranking )

O basquetebol mais que tudo é um espectáculo. Quem não gosta de ver um jogo da NBA e ver afundanços incríveis dignos de um Slam Dunk contest. Nos anos 80/90 existia um jogador que proporcionava isso e muito mais. Falamos de Dominique Wilkins também conhecido como “the Human Highlight Reel” pela qualidade de afundanços que apresentava jogo após jogo. Vencedor de dois Slam Dunk contest e uma vez scoring champion, Wilkins é sem dúvida o jogador mais underrated da NBA.

Antes da NBA

Nascido em Paris, França, cedo se mudou para Washington, nos EUA, onde frequentou Washington High School onde ganhou MVP dois anos consecutivos para juntar aos dois títulos de Class 3-A State. Fez parte da “Faces in the Crowd” da Sports Illustrator pela sua performance contra uma das melhores escolas do país onde marca 49 pontos, 27 rebounds e 8 blocks.

Ingressou na Universidade de Georgia Tech em 1979 onde estabeleceu o seu estatuto como um dos jogadores mais electrizantes do país. Durante a sua estadia na universidade marcou 21.6 pontos por jogo e foi nomeado SEC Men’s Basketball Player of the Year em 1981. No seu terceiro ano declara-se para o draft.

Draft 1982 e os Atlanta Hawks

Wilkins foi escolhido como 3ª pick pelos Utah Jazz atrás de James Worthy e Terry Cummings. Contudo, Wilkins não quis jogar nos Jazz e foi trocado para os Atlanta.

Os seus primeiros dois anos em Atlanta corre como seriam de esperar, Wilkins torna-se um dos melhores marcadores de pontos da liga e no seu segundo ano consegue médias de 21.1 pontos, 7.2 rebounds e 1.1 blocos por jogo. Os Hawks qualificam-e para os playoffs nesses dois anos, mas caem sempre na primeira ronda.

A época 1984-85 é então marcada pela primeira vitória do Slam Dunk contest (na época passada tinha ficado em terceiro), vencendo a final contra Michael Jordan.

Nessa época Wilkins acabou a temporada com 27.1 pontos e 6.9 rebounds por jogo. Contudo nesse ano os Hawks falham os Playoffs.

Na sua quarta época ao serviço dos Hawks, Wilkins volta a participar no Slam Dunk contest mas perde na final para o seu colega de equipa Spud Webb. Tornou-se campeão de pontos da NBA com média de 30.3 pontos por jogo e foi o lider em rebounds, steals e percentagem de lance livre da equipa. Foi nomeado All-Star e integrou a All-NBA First Team. Neste ano a equipa teve uma melhor performance que na época passada e chega novamente aos Playoffs. Contudo após baterem os Pistons em 4 jogos, perderam em 4 jogos para o futuros campeões da NBA, Boston Celtic. Nesses 9 jogos que realizou nos Playoffs, acabou com uma média de 28.6 pontos por jogo.

No ano seguinte, Wilkins, tornou-se o primeiro titular dos Atlanta nos All-Star desde a participação de Eddi Jones em 1981. Ficou em 2º na liga em pontos (29.0) atrás de Jordan (37.1). Nos playoffs os Hawks acabam derrotados nas semi-finais da conferência pelos Pistons.

Ficou nos Hawks até 1994 onde acabou com média de 26.4 pontos por jogo. Voltou a ganhar o concurso de afundanços em 1990 na final contra Kenny ” the jet” Smith. Apesar dos seus esforços, os Hawks nunca foram longe nos playoffs, principalmente porque o restante roster era bastante mais fraco que a concorrência.

LA Clippers e Boston Celtics

A meio da sua 12ª época ao serviços dos Hawks, estes decidem trocá-lo por Danny Manning durante o All-Star break. Foi a única vez na história da NBA que os lideres de conferência trocaram o seu melhor marcador de pontos.

No seu regresso a Atlanta em a 25 de Março do mesmo ano marca 30 pontos e faz 10 ressaltos contra a sua antiga equipa. Nessa época torna-se free angent e assina pelos Boston Celtics. Foi ainda um dos convocados pela Dream Team II que ganhou a medalha de ouro no campeonato da FIBA.

A primeira aventura na Europa

Pouco contente com o seu papel nos Celtics, Wilkins assina um contrato de 7 milhões pelo Panathinaikos da liga Grega nesse ano vence tudo que havia para ganhar, incluindo o título da Euroliga bem como o MVP da euroliga. Acabou com média de 20.1 pontos e 7.4 rebounds por jogo.

Spurs e Final de Carreira

Depois de uma época de sucesso na Grécia assina pelos Spurs e torna-se um jogador sólido vindo do banco. Com 36 anos acaba a época com médias 18.2 pontos e 6.4 rebounds por jogo e foi o ultimo jogador antes de Tim Duncan a usar a camisola 21.

No ano seguinte regressa à europa para jogar na liga italiana, onde vence uma taça de Itália ao serviço do Fortitudo Bologna. Finalizou as duas épocas em Itália com aproximadamente 18 pontos por jogo.

Em 1999 com 39 anos decide acabar a carreira nos Orlando Magic ao lado do seu irmão Gerald Wilkins .

Contas feitas

No final de tudo Wilkins conta com:

  • 9x All-Star
  • 1x All-NBA First Team
  • 4x All-NBA Second Team
  • 2x All-NBA Third Team
  • NBA All-Rookie Team
  • 1x NBA Scoring Champion
  • 2x Slam Dunk Contest Champion
  • 1x Euroleague MVP
  • 1x Euroleague champion

Por isto e tudo mais é que Dominique Wilkins é o jogador mais underrated da NBA. Visto principalmente como um scorer, Wilkins era muito mais. Apesar de ter entrado no Hall of Fame em 2006 continua até os dias de hoje a ser pouco valorizado. Exemplo disso foi não estar estado nos 50 melhores da NBA onde claramente tinha lugar à frente de pelo menos 5 jogadores. Ainda assim era uma maquina em highlights por isso aqui ficam os seus melhores momentos

Confere as 10 posições por ordem crescente.

Deixe uma resposta