Os Esquecidos – Nº.9 Elvin Hayes “The Big E”

Durante 10 dias vamos nomear os 10 jogadores mais underrated da história da NBA. São jogadores que marcaram o jogo de uma maneira ou de outra mas que no final foram esquecidos por muitos fãs da NBA.

9. Elvin Hayes

  • Anos: 1968-1984
  • Pontos: 21.0 por jogo ( 27313 no total – 12º em Ranking)
  • Rebounds: 12.5 por jogo ( 16279 – 6º em Ranking)
  • Win Shares: 120.76 (48º em Rankig)

Um dos mais talentosos Power Fowards que passou por Washington e um dos jogadores mais underrated da NBA, famoso pela sua defesa agressiva (onde registou um total de 1771 blocks) e pelo seu turnaround . Falamos de Elvin Hayes, um exemplo de longevidade ao mais alto nível na NBA (falhou 9 jogos em 16 épocas) e campeão da NBA em 1978 pelos Washington Bullets.

Antes da NBA

Nasceu em Rayville, Lousiana, em 1945 e até ao seu ano de júnior no secundário não passava de um jogador de banco. Contudo, determinado em conseguir um lugar na equipa principal, Hayes dedicou o seu verão todo ao basquetebol. A evolução foi notória e na altura do seu ano de sénior Hayes ajudou Britton High School a conseguir o campeonato estadual com uma média de 35 ppg registando no jogo do título 45 ppg e 20 rpg.

Em 1966 vai para a universidade de Houston e juntamente com Don Chaney tornam-se os primeiros jogadores negros na equipa de basquetebol dessa faculdade. Apesar de ter feito duas épocas incríveis ao serviço dos Cougars (com médias de 31.0 ppg e 17.2 rpg) nunca conseguiu vencer o NCAA tournament, perdendo duas vezes para os UCLA, comandados por Lew Alcindor (conhecido como Kareem Abdul-Jabbar).

NBA e os San Diego Rockets

Em 1968, Hayes declara-se para o draft da NBA e da ABA onde é escolhido como first overall pelos San Diego Rockets e pelos Houston Mavericks respectivamente.


Hayes decide-se então pela NBA e na sua época de Rookie lidera a liga em pontos com 28.4 e regista ainda 17.1 rpg , valendo-lhe então a nomeação para a NBA All-Rookie Team. Nesse ano, o Rookie of the year foi entregue ao seu futuro colega de equipa, Wes Unseld, que se tornou no mesmo ano ROY e MVP na mesma época.

Ainda assim esta época de rookie é a 5ª melhor de sempre em termos de pontos e permanece até aos dias de hoje como a última época que um Rookie conquistou o título de marcador da NBA. Nesse ano regista ainda o seu máximo de carreira – 54 pontos contra os Detroit Piston.

Permaneceu mais dois anos em Houston e na sua segunda época liderou a liga em rebounds (16.9 rpg) e torna-se o primeiro jogador que desde 1954 a roubar o título a Russell e a Chamberlain. Na sua última época teve a sua melhor época em termos de pontos onde regista 28.7 ppg.

Bullets e uma panóplia de nomes

Em 1972 transfere-se para os Bullets ,que inicialmente estavam em Baltimore (Baltimore Bullets) contudo, em 1973, a equipa transfere-se para Washington e passa a ser chamada de Capital Bullets. Nesse ano Hayes lidera a liga em Rebounds por jogo, registando uma média de 18.1 que é a terceira maior média desde que Chamberlain se retirou em 1973. Em 1974, a equipa muda o seu nome para Washington Bullets.

Assim sendo, “The Big E” permanece até 1981 na capital americana onde, juntamente com Unseld, leva os Bullets a 3 finais da NBA (1975, 1978 e 1979) e conquista o título da NBA em 1978 frente aos Seattle Super Sonics. Nas finais de 1979, Hayes estabelece o recorde de mais rebounds ofensivos num jogo das finais (11) que perdura até aos dias de hoje, sendo apenas igualado por Dennis Rodman em 1996.

Contas Finais

Em 1981 decide que quer acabar a sua carreira no Texas e é então transferido para Houston onde fica mais 3 épocas até se retirar.

No final, Hayes conta no currículo com:

  • 1x NBA Champion
  • 12x NBA All-Star
  • 3x All-NBA First Team
  • 3x All-NBA Second Team
  • 2x NBA All-Defensive Second Team
  • NBA All-Rookie First Team
  • NBA Scoring Champion
  • 2x NBA Rebound Leader
  • NBA 50th Anniversary Team
  • 1990 Hall of Famer
  • Nº11 retirado pelos Washington Wizards

Um dos “Big Man” mais dominantes que houve na NBA, Hayes é muitas vezes esquecido por ter jogado numa era dominada por Chamberlain, Russell e Abdul-Jabbar. Ainda assim produziu uma qualidade basquetebolista incrível ao longo da sua carreira e vai ficar para sempre na memória dos fãs dos Washington Wizards. Ocupa o lugar nº9 nesta lista porque apesar de ser esquecido, quando falamos nos melhores de sempre, a verdade é que foi campeão da NBA pelos Bullets. Os adeptos desta equipa nunca o irão esquecer porque foi uma das peças fulcrais na conquista do único título deste franchise.

Facto Curioso

Apesar de ser amado pelos fãs, Hayes não ganhava muita popularidade entre os colegas que o definiam como alguém que fervia em pouca água e com problemas de atitude. Ainda assim o que os adeptos querem ver é a produção no campo por isso ficam aqui alguns dos seus melhores momentos.

Deixe uma resposta

<--bit--><--ti-->