Os Esquecidos – Nº2 Bob McAdoo “o campeão dos campões”

Durante 10 dias vamos nomear os 10 jogadores mais underrated da história da NBA. São jogadores que marcaram o jogo de uma maneira ou de outra mas que no final foram esquecidos por muitos fãs da NBA.

  • Anos: 1972-1986
  • Pontos: 22.1 por jogo ( 18787 no total – 64º em Ranking )
  • Blocks: 1.5 por jogo( 1147 no total – 64º e Ranking )
  • Win Shares: 89.08 ( 116º em Ranking )

Um jogador de incrível eficiência tanto de campo como da linha de lance livre. Dotado de um tremendo skill com a bola nas mãos, foi o primeio dos Big Mans a correr com a bola mão com uma velocidade e agilidade muito similar a Chris Webber. Ganhou em 1975 o MVP e foi 2x Campeão da NBA. Falamos de Bob McAdoo um dos jogadores mais underrated da história.

Antes da NBA

Nascido em Greensboro, North Carolina, durante os seus tempos de adolescente McAdoo era jogador de basquetebol, corredor, saxofonista e ainda membro de uma banda de marcha.

Inicia a sua carreira da faculdade em 1969 na Universidade de Vincennes, com uma bolsa de atletismo. Contudo, integra a equipa de basquetebol entre 1969 e 1971. No seu segundo ano na universidade de Indiana vence o NJCAA Men’s Division I Basketball Championship. Durante as duas épocas em Indiana tem medias superiores a 20 ppg e 10 rpb.

Em 1971 é recrutado para a equipa da Universidade de Carolina do Norte onde ajuda a Universidade a chegar à final four do NCAA, com médias de 19.5 ppg e 10.1 rpb que lhe valem o título de MVP do torneio de ACC.

Nessa altura estava em vigor a hardship family clause (ficou até 1977), que permitia jogadores que tinham acabado de mudar de universidade entrar no draft da ABA e NBA caso vivessem em condições económicas más.

Draft NBA

Em 1972 torna-se elegível para o draft da NBA e é escolhido como 2ª pick pelos Buffalo Braves (atuais Clippers) atrás de LaRue Martin (um dos maiores flops da história da NBA).

Na sua primeira época ao serviço dos Braves acaba com 18 ppg e 9.1 rpg (os blocos não eram contados na primeira época) e vence Rookie of the Year.

A sua segunda época, marca a ultima época da NBA onde alguém faria 30 ppg e 15 rpg, registando ainda 3.3 blocks por jogo. Nesse ano lidera a liga em pontos (30.6) e em Field Goal % (54,7%). Foi nomeado All-Star e consegui chegar aos playoffs, onde perde em 6 jogos para os Boston Celtics na primeira ronda.

Em 1974-75, na sua terceira época vence o MVP com 34,5 ppg, 14,1 rpg e 2,12 blocos por jogo em 51,2 % de eficiência de campo e 80,2 % da linha de lance livre. Nessa época torna-se o jogador mais jovem de sempre a registar pelo menos 50 pontos e 20 ressaltos , sendo superado apenas por Anthony Davis quando a este lhe faltavam 19 dias para completar o seu 23º aniversário.

Nos Playoffs são eliminados pelos Bullets em 7 jogos.

Em 1976 abandona os Buffalo Braves para ingressar no Knicks, finalizando 4 anos em Buffalo com 28,2 ppg, 12,7 rpg, 2,4 blocos e 1,1 steals.

New York Knicks

Em Nova Iorque não tem melhor sorte em termos coletivos. Na sua primeira época falhas os playoffs. Os Knicks acabam por contratar Willis Reed para treinador na segunda época de McAdoo nos Knicks. Estes regressam aos playoffs mas caem aos pés dos 76ers de Julius Erving.

Em 1979 é trocado para Boston e finaliza a sua estadia nos New York Knicks com 171 jogos, 26,7 pontos, 12,0 rebounds , 3,3 assistências, 1,d blocos e 1,3 steals por jogo.

Uma Panóplia de equipas

Nos 3 anos seguintes passa por uma Panóplia de equipas, entre elas os Boston Celtics, os Detroit Pistons e os New Jersey Nets.

Na sua estadia em Boston, jogou os 20 jogos que restavam da época fazendo médias de 20,6 pontos e 7,1 ressaltos. No fim dessa época é trocado para Detroit.

Permanece dois anos nos Pistons, com médias de 21,1 pontos e 8,1 ressaltos. Contudo no seu segundo ano McAdoo lesiona-se, quando regressa por lesão pede para voltar ao 5 titular, isso foi lhe negado e então pediu para ir para casa nesse dia. No dia seguinte foi notificado que não retornasse para o resto da época.

Em 1981 é trocado para New Jersey onde joga 10 jogos e volta a ser novamente trocado.

Show-time Lakers e 2 títulos

Ficou 4 anos nos Lakers, sendo instrumental na conquista de dois títulos vindo do banco, apesar de ser notória a frustração de McAdoo no que toca à titularidade nos Lakers.

Na sua primeira época em LA, os Lakers chegam à final dos playoffs onde derrotam os 76ers 4-2. Nessa série McAdoo tinha médias de 16,1 pontos e 6,8 rebounds por jogo.

Em 1984-85 era o 6th homem e ajudou os Lakers a ganharem mais um campeonato.

Em 1986 não renovam com McAdoo preferindo assinar com Maurice Lucas para o papel de 6º homem.

Contas Finais

Em 1986 vai para Filadélfia onde acaba a sua carreira na NBA. No currículo tem:

  • 1 MVP
  • 2 Títulos da NBA
  • 5 All Star selections
  • 3 Títulos de melhor marcador
  • 1 All-NBA first team
  • 1 All-NBA second team

Uma das coisas que ficou mais marcada na vida de McAdoo na NBA foi não ter sido considerado um dos 50 melhores de sempre da NBA no aniversário dos 50 anos da NBA. McAdoo era claramente superior a pelo menos 5 jogadores que foram nomeados (pelo menos naquela altura em que foram nomeados). Vários jogadores acham injusto essa nomeação. No programa da NBA insider Shaq, Webber, Miller e Isiah Thomas reconheceram que McAdoo deveria estar na lista.

Vida após NBA

Nos anos que se seguiram McAdoo foi atuar para a liga italiana onde ficou até 1992. Em 7 épocas ganhou 2 ligas italianas, 2 euroligas, 1 FIBA international Cup, 1 Euroleague MVP, 1 Euroleague top scorer e uma Italian Cup. Em 201 jogos acabou com médias de 27 pontos e 8,9 ressaltos por jogo.

McAdoo encontra-se atualmente no Hall of Fame da Universidade de Carolina do Norte, da NBA e do Olimpia Milano.

McAdoo é dos jogadores mais underrated de sempre, ele foi o primeiro Center/Power Forward a correr o campo todo, a atirar do perímetro. Com um skill incrivel foi sempre importante pelas equipas que passou, mas nunca capaz de deixar a marca pessoal por muitos anos. Durante a sua carreira foi sempre underrated e ainda hoje é. Por isso está em nº2 do nosso ranking.

Facto Curioso

A carreira de McAdoo ficou marcado por uma constante mudança de equipas de maneira estranha para um jogador que tinha sido MVP, lembrando um bocado o final de carreira de Allen Iverson. Mesmo na liga Italiana em 7 épocas jogou em 3 equipas. Em 1995 com a chegada de Pat Riley a Miami, McAdoo integrou ao staff técnico como treinador adjunto até 2013 voltando a ganhar mais 3 títulos da NBA

Aqui ficam os melhores momentos de McAdoo

Deixe uma resposta