A escolha mais “adormecida” de cada Draft de 2000s – 2002

Todos os anos, o draft da NBA está cheio de jogadores que foram observados, analisados pelos departamentos de Scouting/Front office das equipas e que pode mudar o rumo da equipa. Enquanto há escolhas óbvias, como o Lebron James ser o #1 em 2003, o grande desafio é descobrir aqueles diamantes que apenas precisam de ser lapidados e que é esquecido por todos. Destas escolhas que iremos falar, todas as elas se tornaram peças fulcrais nas equipas por onde passaram. Vamos falar entre 2000 e 2009.

2002 – Carlos Boozer

Um jogador que tem boas performances em Duke e ganha o título nacional normalmente não é esquecido por ninguém. Mas, no Draft de 2002, enquanto Mike Dunleavy e Jay Williams foram escolhidos mais cedo, Carlos Boozer foi esquecido até à 35ª pick.

Boozer foi para Cleveland e formou um bom duo com LeBron James. Ele mudou-se depois para Utah, onde se tornou num dos melhores postes da liga. Utah chegou ás finais da conferência oeste por uma vez com Boozer a liderar a equipa.

Top 10 Picks deste Draft:

  1. Yao Ming – Houston Rockets
  2. Jay Williams – Chicago Bulls
  3. Mike Dunleavy Jr. – Golden State Warriors
  4. Drew Gooden – Memphis Grizzlies
  5. Nikoloz Tskitishvili – Denver Nuggets
  6. Dajuan Wagner – Cleveland Cavaliers
  7. Nenê Hilário – New York Knicks
  8. Chris Wilcox – LA Clippers
  9. Amar’e Stoudemire – Phoenix Suns
  10. Caron Butler – Miami Heat

Rui Leite

Viciado em NBA e adepto dos Sixers desde que um certo baixinho andou lá a espalhar magia.

Deixe uma resposta

<--bit--><--ti-->