Resumo – Tudo o que aconteceu (de bom) em março

Um resumo de tudo o que antecedeu a suspensão da NBA, com o melhor (e o pior) do terceiro mês do ano. O resumo deste mês está a sair já, visto que os jogos estão suspensos pelo menos até abril.

Regresso de Curry

Mais de 4 meses passaram desde a sua lesão. Curry voltou e trouxe espetáculo com ele. Apesar da derrota, Curry mostrou que veio com a mesma qualidade de antes. Os GSW estão em último da sua conferência e não deverão ir muito mais longe que isso esta época, caso ela continue. O regresso apressado por Curry também teve muito que ver com a vontade do jogador de participar nos jogos olímpicos deste ano (que podem agora ser cancelados devido ao surto de Covid-19).

Duelo de MVPs

Staples Center. Lakers X Bucks. LeBron X Giannis. Tudo isto é sinónimo de MVP X MVP. Jogão em L.A. com vitória dos Lakers e grade exibição daquele que tem entrado na conversa de MVP para fazer frente-a-frente com Giannis. LeBron terminou o jogo com 37 pontos e venceu o duelo frente-a-frente ao grego. AD também esteve em grande plano com 30 pontos. Este jogo foi considerado por muitos como uma final antecipada deste ano. Este foi o segundo jogo entre as duas equipas esta época, sendo que os Bucks ganharam o 1º.

Derby de L.A.

Depois de enfrentar os Bucks, LeBron recebeu mostrou que o “playoff mode” (caso exista) já está a ser ativado. Mais uma grande exibição dos Lakers, liderados pelo King James e AD. Nos Clippers quem fez frente a esta mega-dupla foi Paul George com 31 pontos e uma segunda parte algo apagada. 
O “derby” de L.A. tem agora duas vitórias para a equipa dos Clippers e uma para os Lakers. Foi jogo digno de final de conferência?

LJ a nível de MVP

Durante este mês de março surgiu a conversa de que existia mais que um único candidato a MVP da temporada. LeBron James entrou na corrida pelo prémio de jogador mais valioso da época regular com números de MVP: 25.6 pontos, 7.8 ressaltos e 10.7 assistências. Depois de ter confirmado os Lakers nos playoffs 6 anos depois, esta discussão foi alimentada ainda mais quando o #23 venceu os Bucks e Giannis. Se o prémio de MVP for atribuído, LeBron terá hipóteses frente ao grego Giannis?

Bucks Giannis-dependentes?

Nos dois últimos jogos que os Bucks fizeram antes da suspensão da NBA, a equipa do MVP perdeu ambos. Facto curioso: Giannis falhou os dois jogos.
Os Bucks perderam frente aos Suns e aos Nuggets, sendo que no segundo jogo marcaram apenas 95 pontos. Isto obriga-nos a por uma questão: no caso de pelo menos os playoffs se realizarem, os Bucks têm hipóteses de vencer alguma das equipas que encontrarem sem Giannis?

Momento do mês:

Mountain West está pintado de verde, vermelho e amarelo.

Utah St. venceu pelo segundo ano seguido o torneio escolar que permite ao vencedor entrar no March Madness.
E com os Utah St. venceram também Neemias Queta e Diogo Brito, os dois únicos lusos a explorar estas terras tão desconhecidas para nós. Um orgulho enorme por sermos representados por estes miúdos nos EUA. Dos heróis lusitanos, destacar os números de enormíssima qualidade de Neemias Queta, com 15 pontos, 8 ressaltos e 3 blocos. Segundo a NCAA, o torneio March Madness já não se realizará devido a tudo o que tem acontecido.
OBRIGADO DIOGO E OBRIGADO NEEMIAS.

O pior de março

O Covid-19 contagiou a NBA.
E foi a meio deste mês que se suspendeu a temporada de NBA. 30 dias. São 30 dias que poderão passar para mais caso a situação o justifique. A decisão foi tomada mal se soube que Gobert, jogador dos Jazz estava contagiado.
Rapidamente se percebeu que mais dois jogadores da equipa de Utah estavam contagiados, entre os quais Donovan Mitchell.

Gobert esteve também nas bocas do mundo por uma atitude que teve, ao tocar em vários microfones em tom de brincadeira.
O problema é que a brincadeira de Rudy perdeu a piada quando se percebeu que este tinha contraído o vírus, pondo em risco várias pessoas.
A atitude foi disparatada mas era impossível prever (apenas prevenir) que Rudy Gobert teria Covid-19.

Sem NBA durante 30 dias ou mais, a questão que se põe é: qual o rumo desta temporada?

São várias as sugestões.
Avançar diretamente para playoffs, acabar a época ao estilo March Madness ou simplesmente terminar assim a época sem estabelecer vencedores.

Nunca algo deste género aconteceu e por isso tudo é muito incerto. Resta-nos esperar.

Deixe uma resposta