Poderá Jordan Poole sentar Klay Thompson?

Uma das questões cada vez mais debatidas entre os adeptos dos Golden State Warriors é relativa à titularidade de Jordan Poole, que continua a sair do banco. A exibição da noite passada frente aos Spurs veio “incendiar” ainda mais o debate, e os adeptos dos “Dubs” querem Poole no cinco inicial.

Não é fácil colocar um jogador com a carreira de Klay Thompson no banco. Aos 32 anos, Klay já conquistou tudo, mas o seu ritmo de jogo nunca mais foi o mesmo desde a famosa lesão contraída nas finais de 2019, que o afastou durante um longo período. Em sentido contrário, Poole possui melhores condições físicas e um ritmo de jogo mais consistente, conseguindo contribuir mais para a equipa.

Para sustentar o argumento que Poole deveria tomar o lugar de “shooting guard” no cinco inicial, basta comparar estatisticamente o desempenho dos jogadores neste início de temporada.

É verdade que os números não são tudo, porém, mesmo “ofuscado” por Stephen Curry durante maior parte do seu tempo de jogo, Klay consegue ter uma média de 15 lançamentos tentados por jogo, um pouco mais que Jordan Poole, que conta com 11.

Não é nenhum absurdo afirmar que Jordan Poole é atualmente mais útil para os Golden State Warriors do que Klay Thompson, mas sentar um jogador como Klay no banco seria uma opção arriscada por parte de Steve Kerr. Apesar de não estar na melhor fase da carreira, Klay Thompson é um potencial “Hall of Fame” e um dos pilares da equipa há várias temporadas, e retirar-lhe a titularidade poderá ter efeitos negativos na dinâmica da equipa, e até mesmo poderá não ser bem aceite da parte do jogador.

É uma decisão que só cabe à equipa técnica dos Warriors, que até poderá começar por “testar” a titularidade de Poole, apenas para entender se poderia ser a solução para voltar a encaminhar os Warriors no caminho das vitórias, após um arranque de temporada inconstante.

Titular ou não, podemos continuar a apreciar o talento e qualidade de Jordan Poole, que com apenas 23 anos continua a surpreender o mundo da NBA.

Vasco Oliveira

Estudante de Ciências da Comunicação com a aspiração de um dia poder trabalhar no mundo da NBA. @vascoliveira8 no Twitter

Deixe uma resposta