Playoffs em análise: New Orleans Pelicans (6/16)

Parece que as trocas deram frutos para chegar aos playoffs, mas até onde chegarão?

Registo: 8º lugar Oeste (através do play-in / vitórias: 36 / derrotas: 46 / Rank ofensivo: 19º / Rank defensivo: 20º

Bem, acho que todos pensamos o mesmo. Os Pelicans fizeram umas boas trocas antes do deadline, e depois de um começo horrendo neste época, conseguiram, surpreendentemente chegar aos playoffs. Foi preciso muito esforço e, também, um pouco de sorte ao defrontar os Clippers sem Paul George para conseguir o 8º lugar.

No entanto, uma coisa é certa: os Pelicans não são contenders. Nem de perto, nem de longe. Aliás, acho que é unânime que ninguém acredita que os Pelicans consigam surpreender a NBA e eliminar os Suns. No melhor dos cenários conseguem roubar um gajo. Se ganharem dois já fico absolutamente abismado.

João Araújo Correia

Licenciado em Direito, 23 anos e sou fã incondicional dos Clippers desde a era da Lob-City. Desde pequeno que adoro basquetebol, tanto de ver como jogar! Apesar do Patrick Beverly estar enganado quanto aos próximos 5 anos serem dos Clippers, espero que seja, pelo menos, 1!

Deixe uma resposta