O mítico “roubo” de Bird aos Pistons em 1987 – “Como é que aconteceu?”

O “Como é que aconteceu” será um segmento em que se explicam e revêm momentos do passado (recente ou não) de forma a entender o como e porquê estes aconteceram.

Estamos em 1987. As finais da conferência Este recebem o duelo entre Pistons e Celtics. Celtics contra Bad Boys. Larry Bird contra Isiah Thomas.

Entre Celtics e Pistons existia uma realidade tensa e cheia de rivalidade, com o basquetebol agressivo dos Pistons a tirar do sério qualquer fã e jogador da equipa de Boston.
Mas quando estas equipas se defrontavam, nem os Celtics resistiam a ser mais agressivos.

Durante os anos que seguiram, os Celtics e os Pistons foram se encontrando, sempre com grande equilíbrio. Em 85 houveram problemas, entre Bird e Laimbeer, quando nos playoffs desse ano, o jogador dos Pistons acertou com o cotovelo em Bird, deixando Larry a sangrar. Este decidiu vingar-se, marcando 42 pontos.
A tensão entre as equipas acentuou-se ainda mais, com as constantes queixas dos Celtics sobre as faltas não assinaladas dos Pistons e a agressividade da equipa de Detroit.

Dois anos depois, o confronto repetiu-se… mas desta vez, este tomou outra proporções.

Na final da Conferência Este em 1987, os Celtics asseguraram a vitória dos dois primeiros jogos em casa.
O climax desta tensão chegou em pleno jogo, no 3º jogo da final.
Larry engana Laimbeer com uma simulação e quando vai lançar, Laimbeer cai em cima de Bird levando-o ao chão.
Aqui as coisas complicaram-se. Larry atacou Laimbeer e depois atirou-lhe com a bola de jogo.
Ambos foram expulsos do jogo. Laimbeer por começar a luta e Bird por ter atirado a bola.

Entretanto, os Pistons conseguem empatar as séries 2-2.

No jogo 5, voltou a haver uma cena de luta com Parrish envolvido, mas desta vez o melhor do jogo foi guardado para o fim.

Os Pistons estão a ganhar em Boston com um ponto de vantagem.
Larry Bird tenta atacar o cesto e é bloqueado, perdendo a bola, indo esta para fora e dando a hipótese dos Pistons conseguirem levar uma vantagem de 3-2 em jogos para Detroit.
Isiah vai repor a bola. É quase impossível deixar esta vantagem escapar aos Pistons.
Mas deixou.
Ao tentar passar a bola para um colega, Bird faz a interceção de uma carreira, e rouba a vitória aos Pistons. Bird passa a bola a um colega e este dá a vantagem final aos Celtics.

Os Celtics acabariam por perder o jogo 6 dessas séries mas ganharam o derradeiro jogo 7, indo assim para a final de conferência.

Este foi um dos melhores lances da carreira de Bird e ficará para sempre marcado na carreira dele e na história dos Celtics.

Deixe uma resposta