NBA 2019/2020: Washington Wizards

Chegam a esta época sem que ninguém dê muito por eles e verdade seja dita, não devem estar muito enganados. Apesar de manterem uma das suas estrelas, Bradley Beal, não deixam de ser uma das piores equipas da NBA.

Contam com um conjunto de novos jogadores e cabe ao treinador Scott Brooks tentar descobrir o que pode fazer com o que tem. Muito provavelmente o único objetivo dos Wizards para este ano é conseguirem uma pick elevada para o próximo draft.

Com todas as limitações é lógico que vai ser uma longa e dolorosa época para os adeptos de Washigton que vão ter muito poucas razões para irem ao pavilhão ver a sua equipa.

Vamos dar uma vista de olhos no 5 inicial dos Wizards.

Point Guard: Ish Smith

Resultado de imagem para ish smith

Chegou no Verão passado depois de ter estado com os Detroit Pistons durante 3 temporadas.

Já mostrou que pode ser um bom suplente, mas este ano a sua realidade é outra e vai ser mesmo o Point Guard titular desta equipa. Não se espera muito de Ish e existe a probabilidade de Isaiah Thomas voltar forte da lesão e com o passar do tempo assumir o lugar de Smith.

Shooting Guard: Bradley Beal

Resultado de imagem para bradley beal

Uma estrela perdida neste conjunto de jogadores, provavelmente a única coisa boa nos Wizards este ano. Um excelente marcador de pontos, extremamente rápido e que sem dúvida vai ser o jogador com melhores médias dos Wizards.

O ano passado terminou a temporada com 25.6 pontos por jogo, 5 ressaltos e ainda 5.5 assistências e não chegou para fazer moça. Apesar de ser um grande jogador, não vai ser suficiente para levar esta equipa a algum lado.

Small Forward: C.J. Miles

Resultado de imagem para cj miles

Miles vai trazer qualidade no tiro exterior, já tem provas dadas na NBA que é um atirador consistente da linha de 3 pontos.

Para além disso, pouco mais C.J. Miles vai acrescentar aos Wizards e com o passar dos anos já é visível um decréscimo de qualidade no seu jogo o que não deixa de ser normal. Nesta altura da carreira é um suplente interessante, mas já não tem a capacidade física para acompanhar o ritmo dos jogos hoje em dia.

Power Forward: Rui Hachimura

Resultado de imagem para rui hachimura

O pick número 9 do draft chega aos Wizards numa altura ideal. Por incrível que parece o facto dos Wizards estarem tão fragilizados vai permitir que Rui jogue muitos minutos este ano e consiga evoluir o seu jogo.

Existem algumas expetativas sobre o rookie, tem o físico ideal para se tornar um caso de sucesso na NBA. É um jogador que se sabe posicionar e usa muita bem o seu físico, apesar da sua altura é um jogador bastante ágil e promete causar problemas a qualquer defensor.

Quem sabe se não estamos a olhar para uma das caras do franchise daqui a uns anos.

Center: Thomas Bryant

Imagem relacionada

Se for para caracterizar Thomas numa palavra, seria lutador, não desiste de nenhum lance o que faz dele um belíssimo defensor. No processo ofensivo o cenário muda e as principais fragilidades aparecem.

Mas ainda é um jovem com espaço para melhorar e como no caso do Rui esta pode ser uma boa época para o efeito.

Jogadores de rotação: John Wall, Isaiah Thomas, Troy Brown, Moritz Wagner, Admiral Schofield, Ian Mahinmi, Davis Bertans

Conclusão

Vão ser uma época com poucos altos e muitos baixos para os lados de Washington. Não vai ser muito agradável para os adeptos dos Wizards, mas o principal problema pode não ser este ano, mas sim o futuro que neste momento está recheado de dúvidas e com poucas certezas.

Este ano os Wizards serão certamente uma das equipas com o pior registo no final da temporada.

Previsão de época: 29W-53L

Vasco Brito

Licenciado em Marketing, apaixonado por jogos online e tatuagens mas acima de tudo pelo melhor liga do mundo...NBA!

Deixe uma resposta