McGrady questiona a qualidade de Anthony Davis

A discussão do top 75 deu muito que falar. Umas escolhas foram óbvias e consensuais, outras levantaram muitas questões, como a escolha de Anthony Davis.

Numa entrevista para a Sports Ilustrated, Tracy McGrady, 7x All- e 2x Scoring Champion, comentou algumas das escolhas feitas para o top 75 da história da NBA. McGrady, que ficou de fora da lista, para além de questionar esta escolha, veio questionar a presença de Davis lá. A verdade é que Davis, até hoje, simplesmente ganhou um campeonato, e todos sabemos que isso deve-se sobretudo a LeBron…

Na entrevista, a repórter brincou ao afirmar que devia haver uma conspiração contra os jogadores que vestiram a camisola dos Magica, fazendo referência a T-Mac e Dwight Howard, ambos jogadores dos Magic, que são dos nomes mais notáveis que ficaram fora da lista. Por esta razão, McGrady teceu o comentário contra Davis e em defesa de Howard. Referiu que: “Sem qualquer tipo de desrespeito pelo Anthony Davis mas antes de ele ter o LeBron e ter ganho o campeonato com os Lakers… Estás me a tentar dizer que se ele se reformasse agora teria tido uma carreira melhor que o Dwight Howard? Nem pensar!”

E a verdade é que McGrady não podia estar mais correto. Davis é um dos “meninos protegidos” da NBA. Por que razão é que toda a gente está a culpar Westbrook pelo insucesso dos Lakers, quando Davis está lá em campo? Davis, se é a super-estrela que muitos dizem, deveria ser mais que capaz de carregar a equipa e vencer vários jogos. Reparem, aliás, que em New Orleans, Davis não alcançou absolutamente NADA! Nem quando tinha Cousins ao seu lado, ou outros bons jogadores.

Muitos criticam Andre Drummond por ser um jogador de “stats vazias”, ou seja, no jogo tem bons registos, mas na verdade não contribui em nada para a vitória. Ora, um jogador como Davis que regista 24 pontos por jogo, 10 ressaltos e 3 assistências, deveria ter a capacidade de liderar uma equipa, mesmo na ausência de LeBron. Ele ainda tem outro ex-MVP, Westbrook, dentro do campo a ajudá-lo. E, na verdade, está só a “ajudar” as desviar as atenções de Davis…

Vejam o clipe da entrevista:

João Araújo Correia

Licenciado em Direito, 23 anos e sou fã incondicional dos Clippers desde a era da Lob-City. Desde pequeno que adoro basquetebol, tanto de ver como jogar! Apesar do Patrick Beverly estar enganado quanto aos próximos 5 anos serem dos Clippers, espero que seja, pelo menos, 1!

Deixe uma resposta