De Colo mostra a Ntilikina como se faz

A contar para o grupo L, a França bateu a Lituânia, num dos jogos grandes da jornada de hoje, por 78-75. Num jogo que parecia controlado pelos franceses, uma reação paulatina e consistente dos lituanos levou-os à liderança do jogo a 4 minutos do fim, com um triplo de Lukas Lekavicius. Mas depois surgiu o clutch gene de Nando de Colo e a mestria defensiva de Rudy Gobert (ainda que desta vez à margem da lei – já lá vamos) para resolver.

Do lado francês, o maior destaque foi Nando de Colo. A vir do banco mas a assumir as rédeas do ataque, anotou 21 pontos e o mais importante do encontro: um “smoothie” fadeaway de triplo a um minuto do fim que praticamente sentenciou o jogo. Ainda assim, o melhor marcador francês foi Evan Fournier com 24 pontos. O guard dos Orlando Magic liderou o ataque francês na altura em que a vantagem era confortável com a sua habilidade de criar o seu próprio lançamento praticamente em qualquer situação e sob qualquer defesa. Já defensivamente os destaques foram Batum no perímetro (e ainda deu 3 abafos) e Gobert, sempre uma presença intimidante no interior. O poste dos Jazz fica ligado decisivamente à partida dado que, na última jogada do jogo, impede o 2+1 do Domantas Sabonis ao fazer falta e ainda impedir a entrada da bola tocando no aro. O destaque negativo vai para Frank Ntilikina (zero pontos como starter), que demonstrou que ainda tem muito que crescer para singrar na NBA.

Do lado lituano, Jonas Valanciunas foi o melhor pontuador com 18 pontos e ainda 8 ressaltos, mas sofreu sempre que o matchup era com Gobert. Kalnietis, Grigonis e Lekavicius chegaram aos dois dígitos, mas apenas este último com uma eficiência de tiro exterior decente. Já Sabonis esteve em grande nível a segurar o jogo interior francês, o que o levou a estar pouco ativo no ataque (apenas 7 pontos).

Ambas as seleções jogarão na próxima segunda. A França, já apurada para os quartos de final, defrontará a Austrália, ao passo que a Lituânia jogará contra a República Dominicana para cumprir calendário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *