Whiteside dá uma ajuda a Lillard no triunfo dos Blazers

Os Portland Trail Blazers conseguiram a quarta vitória seguida – recorde na época – ao baterem em casa os Minnesota Timberwolves por 113-106. É a décima derrota consecutiva dos Wolves.

Num jogo bastante repartido em que a única diferença estatística de realce foi o maior aproveitamento dos da casa dos turnovers dos visitantes, o grande destaque vai para a exibição do blazer Hassan Whiteside. O poste, que vem sofrendo várias lesões desde o início da época – fator que alimentou rumores de troca – anotou 16 pontos, aos quais adicionou 22 ressaltos e 7 desarmes de lançamento. Whiteside lidera a liga em desarmes totais com 73 e tem uma média de 13 pontos e 19 ressaltos nesta streak vitoriosa dos Blazers. Em declarações pós-jogo, o jogador afirmou:

“I feel like I’m the best rim protector in the league. Even last year, through all the naysayers or whatever, you look who protected the rim in field goal percentage, it was still me at the end of the day. So I feel like I’m the best rim protector (and) it’s not even close.”

Damian Lillard esteve ao seu nível com 29 pontos e 7 assistências, CJ McCollum acrescentou 26 pontos e Kent Bazemore, titular no lugar de Carmelo Anthony, anotou 19 pontos, máximo de época.

Do lado dos Wolves – sem Karl-Anthony Towns por lesão pelo terceiro jogo seguido -, Andrew Wiggins marcou 33 pontos mas sentiu dificuldades em contrariar a dominância de Whiteside nas jogadas de infiltração. A equipa de Ryan Saunders demorou ainda a acertar com os triplos (falhou 9 dos primeiros 10 tentados). Gorgui Dieng chegou ao duplo-duplo com 15 pontos (3 triplos) e 12 ressaltos, ao passo que Napier e Teague – a partir do banco – apontaram cada um 18 pontos.

As duas equipas voltam a competir esta segunda feira. Os Timberwolves deslocam-se ao pavilhão dos Golden State Warriors, ao passo que os Trail Blazers recebem os New Orleans Pelicans.

Deixe uma resposta