Warriors atropelam OKC sem Durant

Os Golden State Warriors foram ao Chesapeake Energy Arena vencer os OKC por esclarecedores 110-88, e sem contar com Kevin Durant, por poupança.

O jogo no 1° período foi um festival dos Warriors, com vários triplos a cair, enquanto do lado do Thunder tudo saía mal, e Westbrook esteve muito desinspirado. Com isto, os Warriors terminaram o 1° período em vantagem, 40-27 era o resultado.

No 2° período os Warriors mantiveram o bom ritimo e Curry e Thompson continuaram de mão quente. Os Thunder continuavam desinspirados, com o seu base Russell Westbrook a cometer muitos erros, e a estar longe do fulgor habitual, e com grande desacerto na hora de lançar ao cesto. Ao intervalo o resultado era 64-46 para os Warriors, já uma diferença assinalável.

No 3° período e apesar de melhorias no seu jogo, e de um grande Paul George, o máximo que os Thunder conseguiram foi reduzir para 16 pontos a diferença, com os Warriors a estarem muito bem no plano defensivo e a não permitirem que os OKC conseguissem grandes parciais. 87-71 era o resultado.

No 4° período os OKC já em desespero tentaram lançamentos de 3 por várias vezes, mas não estavam particularmente inspirados, restando aos Warriors serem mais eficazes nos lançamentos de campo, e também da linha de lance livre, esperando até ao final do jogo para a confirmação de mais uma vitória, muito importante, tendo em conta o rival e que os Nuggets seguem na perseguição na conferência Oeste.

Steph Curry, esteve muito bem com 33 pontos e 7 ressaltos, já Klay Thompso marcou 23 pontos, para além dos seus 8 ressaltos e 4 assistências.

Pelos Thunder foi Paul George o destaque, com 29 pontos e 13 ressaltos. Pela negativa o destaque foi Russell Westbrook, com apenas 7 pontos, em 2-16 de lançamentos de campo e 0 triplos em 7 tentados, não conseguindo chegar aos duplos dígitos em nenhuma categoria, ele que muitas vezes alcança o triplo-duplo.

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *