Ranking dos 25 melhores PGs da história – 13º a 11º

A posição de base (PG) foi sempre considerada como a posição mais importante numa equipa pois, normalmente, é o jogador que toca primeiro na bola em todas as posses de bola. Um PG é também a extensão do treinador em campo e é o responsável para tomar as decisões e jogadas certas todos os jogos.

Por isso, não é surpresa que alguns dos melhores jogadores da história da NBA tenham sido PGs, com skills que ultrapassam o apenas passar a bola. Especialmente na era moderna, o base não tem apenas de decidir as jogadas mas sim tem de marcar bastantes pontos.

No entanto, ao longo da história desta liga, assistimos a excelentes jogadores desde a primeira vez em que um jogador começou a driblar a bola profissionalmente. Mas como estão ranqueados os bases?

13. Nate Archibald

  • Campeonatos: 1
  • Estatísticas: 18.8 ppg, 2.3 rpg, 7.4 apg, 1.1 spg, 0.1 bpg
  • Honras: 6x All-Star, 5x All-NBA Selection, 1972-1973 Scoring Champion, Hall Of Famer

Nate Archibald foi um dos jogadores mais produtivos da história da NBA. O seu impacto no jogo, especialmente ofensivo, é algo que só lendas conseguiram. Archibald foi o primeiro jogador a liderar a liga em pontos e assistências, sendo simplesmente o pacote completo em qualquer aspeto ofensivo.

Embora tivesse apenas 6’1 (1,85mts), Tiny Archibald usava a sua incrível velocidade e criatividade para colocar a bola no cesto de forma consistente. Quando se fala no domínio ofensivo no geral, Archibald está entre os melhores de sempre da sua posição.

12. Gary Payton

  • Campeonatos: 1
  • Estatísticas: 16.3 ppg, 3.9 rpg, 6.7 apg, 1.8 spg, 0.2bpg
  • Honras: 9x All-Stars, 9x All-NBA Selection, 1990-1991 Rookie Of The Year, 9x All-Defensive Team Selection, 1995-1996 Defensive Player of the Year, Hall Of Famer

Falamos anteriormente de um base ofensivo, agora passamos para o “The Glove” que está, muito provavelmente, no top 2 de melhor base defensivo de sempre. Gary Payton veio para a liga com a defesa como sua especialidade, e podia “apagar” praticamente qualquer base todas as noites. Ele até conseguiu desenvolver o seu jogo ofensivo e ser uma ameaça no Mid-Range e triplo.

Ele foi membro de uns Seattle SuperSonics muito fortes, fazendo parceria com Shawn Kemp, mas apenas conseguiu conquistar o anel pelos Miami Heat de Dwyane Wade em 2006. Mesmo sendo apenas um Role Player em 2006, os Heat talvez não conseguissem chegar onde chegaram sem a experiência, liderança e presença defensiva de Payton.

11. Tony Parker

  • Campeonatos: 4
  • Estatísticas: 15.5 ppg, 2.7 rpg, 5.6 apg, 0.8 apg, 0.1 bpg
  • Honras: 2006-2007 Finals MVP, 6x All-Star, 4x All-NBA Selection

Tony Parker é um jogador concretizado, atingiu os seus objetivos e é um verdadeiro profissional na sua posição. Parker podia marcar 25 pontos por jogo no seu prime e muito raramente tinha más decisões com a bola na sua mão.

Enquanto a maioria dê os títulos a Popovich e ao seu sistema incrível, Parker é um Finals MVP e um múltiplo campeão da NBA que merece crédito por ter feito parte da Dinastia Spurs que será para sempre lembrada.

Sem margem para dúvidas, o francês será Hall of Famer e é um dos melhores base de sempre da história da NBA a atacar o cesto e evitar o contacto.

Rui Leite

Viciado em NBA e adepto dos Sixers desde que um certo baixinho andou lá a espalhar magia.

Deixe uma resposta