Os comentários de Kyrie Irving podem ter mudado a NBA para sempre?

Recentemente, devido à luta contra o racismo que se sucedeu à morte de George Floyd, alguns jogadores decidiram que existia algo mais importante que NBA actualmente. Será que isto vai mudar para sempre a NBA?

O mundo estava em êxtase com a possibilidade do retorno da NBA a Orlando no final do mês de Julho e algumas regras já tinham sido estabelecidas. Uma das mais importantes regras foi do aumento do roster de 15 para 17 jogadores levando à possibilidade de as equipas contratarem jogadores novos.

Mas que jogadores eram estes?

Estes jogadores eram todos aqueles que estiveram ligados à NBA esta época. Por exemplo: De Marcus Cousins e Pau Gasol tinham contrato esta epoca com equipas da NBA por isso poderiam assinar por outro clube e jogar os jogos que faltam e quem sabe os Playoffs. Contudo, havia restrições. Jogadores como JR Smith, Collison e Jeremy Lin por exemplo não poderiam ser contratados.

O que mudou pós Kyrie?

Depois de Kyrie ter falado publicamente sobre estar contra o regresso da NBA mais jogadores falaram, inclusive Bradley e Howard dos Lakers, o que levou a NBA a mudar esta regra. Assim sendo, os Clubes podem contratar qualquer jogador que em algum momento da sua vida estivesse ligado à NBA. Desde Jeremy Lin até ao Bill Russell se assim quisessem.

Implicações futuras

Como se calhar muitos de vocês sabem, na NBA, mesmo que algum jogador se lesione ele continua a receber dinheiro, ou seja, um jogador assina um contrato de 100 milhões durante 5 anos se ele tiver lesionado durante esses 5 anos ele continua a receberá na mesma os 100 milhões. Contudo, isso não acontece em todos os desportos americanos. Na NFL se um jogador se lesionar, não recebe o contrato tal como o assinou.

Mas o que é que isto tem a ver com a NBA?

O facto de algumas estrelas rejeitarem jogar no retorno da NBA irá fazer com que os clubes percam muito dinheiro, inclusive no que diz respeito a patrocínios. Rumores correm na NBA que devido a isso os owners nas equipas da liga de basquetebol americana comecem a tomar a mesma posição dos owners das equipas da NFL a partir da proxima época para “prevenir” que coisas destas aconteçam. Ou seja, não jogas, não recebes.

Poderá isto mudar a NBA? Poderá criar um fosso entre os jogadores e os owners?

Deixe uma resposta