Michael Malone “Não ouço o Beverly, se fosse o Kawhi”

O LA Clippers lideram a série contra os Denver Nuggets por 2-1. O base dos Clippers, Patrick Beverley, comentou após o terceiro jogo, que Nikola Jokic, estava constantemente a tentar provocar as faltas os árbitros. O técnico de Jokic, Michael Malone, já respondeu a estas acusações.

“Eu nem ouço o Patrick Beverley”, disse Malone à imprensa. “Se Kawhi Leonard tivesse falado, eu deveria ouvir”, continuou Malone, que ao mesmo tempo recomendou Beverley para olhar para as estatísticas.

“Ivica Zubac conseguiu mais lances livres do que Nikola Jokic. Eles tiveram 26 lances livres no jogo 3, nós apenas 10. Não sei o que Patrick está a dizer.”

Beverley disse que Jokic pressionava as decisões. “É o mesmo que Luka Doncic. Fica a com os braços para cima. Continua a pressionar os árbitros para que apitem”.

O próprio Jokic não ficou impressionado com estas declarações. “Estou apenas a mostrar aos árbitros que sofri uma falta”, disse o poste sérvio, um pouco surpreso, dado que teve média de 3,3 lances livres por jogo nos três primeiros jogos.

O próximo jogo das duas equipas é esta madrugada.

Deixe uma resposta

<--bit--><--ti-->