JJ Redick defende brilhantemente Draymond Green

Acompanhar o pós-carreira de JJ Redick é um verdadeiro prazer. O seu podcast, The Old Man and the Three, é sem dúvida o melhor do género na NBA. E quando está no set da ESPN, o ex-jogador dos Magic, dos Clippers e dos Sixers, muitas vezes é aquele que traz o ponto de vista mais justo e moderado, no meio de personalidades muito teatrais e em busca de polémica…

Chris Russo, é um destes, com a análise a Draymond Green após o jogo 2 contra Memphis. Também Laura Ingraham é outro exemplo. Mas JJ Redick distanciou-se deles.

“Eu quero voltar para o que disseram sobre a América ficar doente com Draymond Green. Vocês percebem que Draymond tem um podcast muito popular, onde ele é o único que fala na maioria dos episódios? E que a TNT assinou um grande contrato precisamente porque as pessoas querem ouvir o que ele diz?

Se sim, é porque diante da imprensa ele é verdaeiro, autêntico e não filtrado. Como jogador, ele é verdadeiro, autêntico e sem filtros também. Esta energia que ele carrega com ele é o que o torna tão forte, que ele se tornará num membro do Hall of Fame, e que ele é quem ele é.

É como dizer que Ja Morant tem de parar de dançar depois de marcar um cesto de 3 pontos. O que torna Ja Morant tão forte é porque ele joga basquetebol com alegria, diversão, uma atitude despreocupada e destemida. Não se pode tirar de um jogador o que o torna forte.

Não podemos mandá-los calar a boca e jogar basquetebol. Eu não posso deixar vocês dizerem isso. O pessoal da Fox News fala sobre atletas como acabaram de fazer. Estes fãs de que estão a falar, que viram Bob Cousy e Wilt Chamberlain a jogar, e que ficariam incomodados com Draymond, isso não me interessa. Eu aprecio a longevidade deles, mas não gosto do que isso implica aos restantes.”

Podemos não gostar do jogador que é Draymond Green, mas quando ele fala sobre basquetebol, seja sobre a própria equipa ou análises sobre outros assuntos da NBA, é impossível negar a ele uma verdadeira eloquência e domínio dos assuntos. Quanto ao seu estilo impetuoso em campo, é difícil negar JJ Redick. É essa chama intensa que ele traz que tem sido uma componente importante do sucesso de Golden State nos últimos anos.

Deixe uma resposta