Como se movimentaram os Los Angeles Lakers no período de trocas?

Aquisições: Mike Muscala e Reggie Bullock

Saídas: Ivica Zubac, Svi Mykhailiuk, Michael Beasley e uma escolha de 2ª ronda

Na minha opinião, o fracasso da equipa de LeBron James durante o período de trocas deve-se, não tanto aos movimentos feitos pela equipa, mas sim pela confusão que foi criada em torno do franchise por causa da tentativa de troca por Anthony Davis.

Uma coisa seria os Lakers terem efetuado a 1ª proposta, que não obteve resposta por parte do GM dos Pelicans, e a partir daí acalmado a perseguição a AD. O problema foi a agressividade com que Magic Johnson tentou trazer o poste para a cidade de Los Angeles, qualquer jogador jovem dos Lakers (Lonzo, Ingram, Kuzma, etc…) viu-se intrometido nas ofertas de troca, algo que demonstrou o quão dispensáveis os mesmos são para a direção dos Lakers.

Em termos das trocas realizadas, Reggie Bullock é um jogador sólido que irá contribuir no presente e poderá ajudar o spacing que as equipas de LeBron tanto precisam. Por outro lado, abdicaram de Svi, um projeto muito interessante que poderia, no futuro, atingir um níver superior ao de Bullock. O mesmo acontece na outra troca, Muscala é um jogador que se enquadra na ncessidade de atiradores dos Lakers, enquanto Zubac estava a começar a destacar-se como um jogador com um futuro interessante na liga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *