Clippers arrasam Celtics

Os Los Angeles Clippers voltaram a ganhar, desta vez frente aos Boston Celtics, consolidando o bom momento de forma, ficando cada vez mais perto a confirmação de um lugar nos play-off.

Desde cedo que os Clippers tomaram conta do jogo, com um Danilo Gallinari muito inspirado, de mão quente, incluíndo de 3, e com um jogo muito organizado e sem cometer muitos erros, os Celtics respondiam por Irving que marcava e assistia, mas não conseguiram mais que acabar o 1° período a 6 pontos dos Clippers, com 25-19 no marcador.

No 2° período, houve mais pontos por parte de ambas as equipas, mas o ascendente dos Clippers manteve-se, só que com Lou Williams em vez de Gallinari como referência atacante dos Clippers, equipa que estava com uma eficácia tremenda no lançamento. 62-49 era o resultado ao intervalo a favor dos Clippers.

No 3° período assistiu-se a um festival de bom basquete, com ambas as equipas a marcarem quase 40 pontos, e com isto, os Clippers, que tinham uma vantagem de 13 pontos ao intervalo, não só não permitiram uma aproximação dos Celtics, como ampliaram para mais 3 pontos a sua vantagem, para 16 de diferença, com 101-85 no score.

No último período os Celtics não conseguiram estar ao nível dos Clippers, que tiveram um Lou Williams endiabrado, e acusaram a desmotivação de estar a perder por muitos pontos, jogando de forma algo desorganizada, e sofrendo mais pontos que o habitual numa equipa dos Celtics de Brad Stevens, que faz da defesa um dos seus pontos fortes. O resultado final foi 140-115 para os Clippers.

Lou Williams, cada vez mais candidato ao prémio de 6° jogador do ano, foi o destaque dos Clippers, com 34 pontos, 5 assistências e 4 ressaltos, isto saído do banco e em apenas 23 minutos. Com isto, Williams tornou-se no jogador com mais pontos saído do banco em toda a história da NBA. Gallinari com 25 pontos e 5 ressaltos também esteve em grande pela turma de LA.

Do lado dos Celtics, Rozier com 26 pontos também saído do banco, foi o maior destaque, apesar dos 22 pontos de Jaylen Brown e dos 18 pontos e 11 assistências do mágico Kyrie Irving.

Os Clippers com esta vitória, a 5a seguida, pularam para a 6a posição na conferência Oeste, com registo de 39-29.

Já os Celtics continuam em 5° lugar na conferência Este, atrás dos Pacers, com registo de 41-27.

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *