Christie e Haliburton elogiam Neemias

Neemias Queta fez história ao fazer os primeiros minutos pelos Sacramento Kings, no jogo de sexta-feira à noite no Golden 1 Center em Sacramento. Depois de 11 jogos na G-League pelos Stockton Kings, finalmente fez a estreia na NBA.

Queta entrou pela primeira vez com 1:01 restantes no segundo período, na derrota por 124-105 frente aos Memphis Grizzlies.

O poste português de 2,13 metros entrou no lugar de Chimezie Metu e imediatamente fez a sua presença ser sentida, anulando um lançamento de Anderson no final do primeiro tempo.

O antigo jogador e treinador interino dos Kings, Doug Christie, ficou satisfeito com o desempenho de Queta. Christie elogiou o GM Monte McNair e o assistente Wes Wilcox pela escolha de Queta no Draft. “Sou um grande fã”, disse Christie. “Tenho sido desde que vi o rapaz no campo de treinos. Acho que Monte e Wes, e os restantes fizeram um ótimo trabalho com ele. Acho que Neemy pode ser um jogador muito, muito bom.”

“Ele consegue fazer os passes. Não tem medo. Protege o cesto. Desarma lançamentos. … Este é o momento perfeito para ele entrar e ver o que é”, disse Christie.

Os companheiros de equipa ficaram emocionados ao ver Queta a fazer história pelo seu país. “Estou contente por ele”, disse o base dos Kings Tyrese Haliburton.

“Nós conversamos sobre isso antes do jogo, o quanto isto significava para ele, o facto de que ele teve a oportunidade de fazer história esta noite, é algo que não se pode retirar. Ele é uma lenda para no seu país e é muito bom que isto tenha acontecido com ele.”

Os Kings chamaram Queta para preencher o plantel depois de vários jogadores terem entrado nos protocolos de saúde da NBA. Marvin Bagley III, Terence Davis, De’Aaron Fox, Louis King, Alex Len e Davion Mitchell foram todos descartados. Richaun Holmes estava lesionado.

Deixe uma resposta