Warriors de 2017 venciam Bulls de 1996

Infelizmente, nunca vai acontecer, mas se alguém conseguisse inventar uma máquina do tempo, seria usada de forma interessante pelos fãs de basquetebol, possivelmente com a oportunidade de poder colocar equipas e jogadores de diferentes gerações em duelos. Sabemos que os tempos são muito distantes, assim como os estilos de jogo praticados, os recursos financeiros e infraestruturas disponibilizados a todos. 

Stephen Curry entrou no jogo de perguntas e respostas com a GQ Sports e foi questionado se achava que a sua equipa dos Warriors com Kevin Durant tinha hipóteses contra os Chicago Bulls de 1996, a equipa geralmente considerada a melhor da história da NBA.

Curry demonstrou uma confiança que, em última análise, era bastante lógica. Suspeitávamos que ele não ia dizer: “Michael Jordan era muito forte, teríamos sido varridos”.

“Será que os Warriors de 2017 com KD venceriam os Bulls de 96? Absolutamente. Nunca saberemos, mas no papel eu gosto das nossas possibilidades. Eu diria que os Warriors em 6”, disse Curry.

Steve Kerr foi treinador dos Warriors em 2017 e jogador dos Bulls em 1996. Aqui está o que ele explicou na última vez que a pergunta foi feita, mesmo sendo a versão de 2015 dos Warriors, sem Kevin Durant. A resposta não é menos interessante.

“O que tenho a certeza é que não teria a hipótese de defender bem Stephen Curry. Acho que teríamos feito um misto alternando entre Scottie Pippen e Ron Harper nele. Teria sido um misto, com small ball, porque os postes dos Bulls não atacavam o suficiente para permanecer sempre em campo.

Teria havido um duelo épico entre Dennis Rodman e Draymond Green. Seria divertido de assistir. Draymond é melhor com a bola, criando, lançando de 3 pontos etc… Mas Dennis foi uma verdadeira inspiração para Draymond em termos de ressaltos e intensidade.

Ninguém jamais foi como Dennis no ressalto. Ele tinha essa forma de impactar os jogos num nível emocional que me lembra Draymond. Imagino que teria havido algumas falhas técnicas e uma ou duas brigas entre eles…

Os Bulls, em termos de troca defensiva da posição 1 a 4 ou até 1 a 5 quando tínhamos Kukoc, foram a fórmula seguida dos Warriors. Poderíamos ter visto os 10 jogadores a trocar em campo com essa versatilidade de todos os jogadores.

Eu não posso fazer um palpite sobre esse jogo, como podem imaginar… Bom, se a partida fosse ser disputada noutro planeta, acho que seria um buzzer beater com um step back de 3 pontos do Stephen Curry na frente do Michael Jordan… .”

Deixe uma resposta