Portland desperdiça oportunidade de ouro

A equipa de Portland não conseguiu levar a melhor sobre uns Clippers marcados pela ausência da estrela Kawhi Leonard e perderam por 120-122.

O jogo teve baixos índices de defesa, onde foram poucos os momentos de intensidade e rigor defensivo praticados pelas duas equipas.

Por outro lado, no panorama ofensivo as duas equipas estiveram de mão quente, nomeadamente o incontornável C.J.McCollum com 29 pontos, 4 ressaltos e 8 assistências.

Damian Lillard esteve abaixo das expectativas, anotando 22 pontos (o que para o que nos tem habituado é pouco) e falhando dois lances livres no último minuto para passar para a liderança e o triplo para igualar o resultado. Não foi uma noite fácil para o “Dame Time”!

Destacar também a exibição do veterano Carmelo Anthony, que se destacou numa noite recheada de qualidade onde anotou 21 pontos e 7 ressaltos.

Do lado de LA, Landry Shamet mostrou-se pronto para o que aí vem, anotando 19 pontos, 3 ressaltos e 3 assistências.

Importante não esquecer Gary Trent, o segundo-base da equipa de Portland que a vir banco está a ser uma boa surpresa da bolha (22 pontos e 6/9 da linha de três pontos). É um jogador muito forte no lançamento exterior e um bom defensor.

A equipa de LA deu a entender que vinha só cumprir calendário, deixando a estrela Kawhi de fora e descansando Paul George no último período. Patrick Beverley foi também uma das baixas do lado de LA.

No entanto o final do jogo foi bastante disputado, onde poderia cair para qualquer lado, acabando por saírem os Clippers como vencedores.

Com esta vitória, os Blazers adiam a sua confirmação no 8°lugar da conferência Oeste e colocam-nos a todos a pensar sobre a “matéria-prima” que Doc Rivers, treinador dos Clippers, tem à sua frente em LA.

A segunda/terceira unidade do plantel dos Clippers colocaram os Blazers contra a parede e demonstraram a profundidade do plantel da equipa.

Deixe uma resposta

<--bit--><--ti-->