Playoffs em análise: Milwaukee Bucks (2/16)

Será que os atuais campeões vão conseguir repetir a proeza do ano passado?

Registo: 3º lugar Este / 51 vitórias / 31 derrotas / Rank ofensivo: 3º / Rank defensivo: 14º

O Milwaukee Bucks, sendo os atuais campeões, e visto que conseguiram manter, essencialmente, o mesmo plantel, serão sempre considerados um dos favoritos ao título. Arrisco-me a dizer que até são considerados os mais prováveis a ganhar os playoffs.

A época regular não foi um mar de rosas para os Bucks, tendo sofrido algumas derrotas humilhantes que fizeram muitos questionar a qualidade desta equipa. Mas são águas passadas, e todos sabemos muito bem o que esta equipa é capaz nos playoffs. Uma coisa é um jogo isolado, outra é uma série de sete jogos… Não foi por acaso que os Bucks começaram a perder as finais por 0-2 e deram a volta nos quatro jogos seguintes ganhando por 4-2. É preciso uma certa raça que não se encontra em todos os jogadores e equipas.

A qualidade do Greek Freak é inquestionável e, por incrível que pareça, um ano depois apenas ficou melhor… Trabalhou no lançamento de perímetro tornando-se mais versátil. O caminho não vai ser fácil, até porque só conseguiram o 3º lugar no Oeste, por trás dos Heat (1º) e dos Celtics (2º). No entanto, a equipa está bem munida: Middleton, Lopez, Portis, Holiday, pelo que ajuda não faltará a Giannis.

Parece que é 100% seguro que os Bucks vencem aos Bulls, mas depois terão de enfrentar os Celtics ou os Nets, e aí a história complica. Ainda assim, parece que a opinião geral favorece a equipa de Milwaukee, mas frente a Jaylen Brown e Jayson Tatum ou Kyrie Irving e Kevin Durant, tudo é possível. Caso passem, o último desafio antes de chegar às finais será, previsivelmente, os Heat ou os Sixers. Também não será pêra doçe, e os Sixers (caso sejam eles) vêm com um espírito de vingança, e com vontade de provar que o seu novo look, com James Harden, fortaleceu a equipa.

Objetivo? Repetir o campeonato. Probabilidade disso acontecer? Alta.

João Araújo Correia

Licenciado em Direito, 23 anos e sou fã incondicional dos Clippers desde a era da Lob-City. Desde pequeno que adoro basquetebol, tanto de ver como jogar! Apesar do Patrick Beverly estar enganado quanto aos próximos 5 anos serem dos Clippers, espero que seja, pelo menos, 1!

Deixe uma resposta