“Ones to Watch 22/23”: James Harden

“Ones to Watch 22/23” consiste em analisar ao pormenor um jogador de cada equipa da NBA, que tem muito para provar na temporada que se avizinha. Os jogadores são selecionados conforme a sua situação atual, como por exemplo, um jogador regressado de lesão, um jogador que tem a “obrigação” de se afirmar, um jogador que foi recentemente adquirido, etc. A rúbrica funcionará por ordem alfabética de equipas e será lançada todos os dias até ao começo da temporada.

Talvez não haja adeptos suficientes de olhos postos neste Philadelphia 76ers, mas após uma offseason estratégica, e um verão longe dos media e das polémicas, os 76ers entram para esta temporada como candidatos ao título. E muito devido à contratação de James Harden, que parece focado em conseguir o primeiro anel da sua carreira.

Harden foi trocado para os 76ers na temporada passada, já com o objetivo de renovar no Verão, numa troca que acabou com a (extensa) “novela” de Ben Simmons, que rumou a Brooklyn. Ora, após a experiência falhada na “Big Apple”, o “Barbas” embarcou para Philadelphia e juntou-se a Joel Embiid para tentarem que o já largo processo dos 76ers dê frutos. Destaque para o facto de Harden ter reduzido o seu salário para a contratação de mais jogadores por parte dos 76ers, algo que nunca tínhamos visto da parte do jogador.

James Harden dispensa apresentações. MVP em 2018, um dos melhores jogadores da liga ao longo dos últimos anos, viu o seu ego “sugado” pelas outras duas estrelas de Brooklyn e decidiu experimentar novos ares. O ano passado em 21 jogos pelos Sixers teve médias de 21 pontos, 10.8 assistências e 7.1 ressaltos por jogo, dando um “ar de sua graça”, e do que pode estar por vir esta temporada.

Ofensivamente já todos conhecemos o Harden que marca “step backs” e pontua muito através da linha de lance livre, mas há que admitir que é um dos melhores da liga no que toca a fazer balançar as redes adversárias. Já na defesa, sempre foi o seu ponto fraco, embora tenha evoluído o seu jogo e consiga alguns roubos de bola “matreiros”.

Aos 33 anos vai tentar juntamente com Embiid, Tobias Harris e companhia, atacar o seu primeiro anel. Espera-se que os Sixers sejam uma das equipas mais consistentes, pelo menos no que à temporada regular diz respeito, sendo que os playoffs são sempre uma incógnita. A equipa foi eliminada pelos Heat na última fase final, mas após esta preparação de temporada e alguns reforços interessantes, podemos ver os Sixers a chegar mais longe.

Vasco Oliveira

Estudante de Ciências da Comunicação com a aspiração de um dia poder trabalhar no mundo da NBA. @vascoliveira8 no Twitter

Deixe uma resposta