O regresso triunfante de Klay Thompson

941 dias depois, ele está de volta. Não foi o regresso do messias, porque os Golden State Warriors têm estado muito bem sem ele desde o início da temporada. Também porque Stephen Curry permaneceu no comando. Mas sem Klay Thompson, os Dubs não eram os mesmos. Dois anos e meio após a sua última aparição, durante o jogo 6 das finais da NBA de 2019, perdida para os Toronto Raptors, a outra figura da equipa fez o seu regresso à competição.

A liga mudou muito desde então. Kawhi Leonard mudou-se para os Los Angeles Clippers depois do título com a equipa canadiana. Paul George acompanhou-o. Russell Westbrook também está na Califórnia, mas com os Los Angeles Lakers. Kevin Durant, companheiro de equipa de Thompson no seu último jogo, agora joga pelos Brooklyn Nets com James Harden e Kyrie Irving.

Até o pavilhão dos Warriors não é o mesmo. O jogador de 31 anos nunca havia jogado no Chase Center em San Francisco. E no seu primeiro jogo, foi obviamente recebido calorosamente pelos fãs entusiasmados com a ideia de ver o segundo “Splash Bro”.

O panorama mudou completamente. Mas Klay Thompson ainda é o mesmo. Ou quase. E queria mostrá-lo desde os primeiros minutos, com os primeiros pontos num ataque ao cesto após 30 segundos de jogo.

Obviamente não está na sua melhor forma. Após uma rutura dos ligamentos cruzados do joelho seguida de uma rutura do tendão de Aquiles. 31 meses de ausência, duas reabilitações e um desafio físico e mental absolutamente monstruoso. Em termos de lançamentos fez 7 de 18 no total.

Mas teve um desempenho que deve tranquilizar os fãs sobre a capacidade atlética do jogador após duas lesões tão graves.

Klay Thompson terminou com 17 pontos e 3 ressaltos em 20 minutos. Os Warriors venceram os Cavaliers (96-82). Nem tudo foi perfeito, é claro, mas era difícil imaginar algo melhor para o regresso.

Principalmente porque a sua presença foi capaz de libertar Stephen Curry, autor de 28 pontos após vários jogos mistos. Os dois jogadores recuperarão rapidamente os seus automatismos. Thompson deverá acumular minutos e acelerar o ritmo. Porque o melhor ainda está por vir.

Deixe uma resposta