Noah anuncia retirada

O veterano poste francês anunciou o fim da sua carreira como jogador.

A noticía é avançada por Shams Charania, do Athletic. O francês quer retirar-se como um Chicago Bull, pelo que espera por uma proposta da equipa de Chicago para lhe dar essa oportunidade.

Joakim Noah, de 36 anos, chegou à liga em 2008, para os Bulls. Manteve-se na equipa da Windy City durante largos anos, até 2016, onde viveu a melhor era da sua carreira.

Em 2014, foi eleito o melhor jogador defensivo da NBA.

Após assinar com os Knicks, no ano seguinte, um contrato bastante valioso, vieram as lesões e a dificuldade em manter-se saudável. No último ano em Nova Iorque jogou apenas 7 jogos na temporada inteira e não foi por estar descartado fisicamente de ir a jogo, mas sim por opção do treinador.

Em 2019, chega a Memphis, que o abrigou depois de uns anos maus e permitiu que tivesse contributo a sair do banco. Fez 42 jogos em 2019.

No ano seguinte, viajaria até Los Angeles, para representar a sua última equipa, os Clippers, onde poucos minutos somou, nunca sendo opção para Doc.

Agora, sem clube, Noah sente que o seu projeto profissional, onde investiu uma vida, está finalmente sem hipótese de retoma. Os fãs do basquetebol não irão esquecer o seu talento e compromisso com o jogo.

Foi uma grande aventura. Obrigado a todos os que me demonstraram afeto ao longo do meu percurso“, escreveu na sua conta do Instagram

Filho de tenista, neto de futebolista, pai de todas as atenções: Joakim Noah  está de volta à NBA – Observador
Noah numa partida no Madison Square Garden, em 2016

João Pinto

Licenciado em Direito- Universidade Católica Portuguesa; Apaixonado pelo desporto e pela melhor liga do mundo; Fã dos Boston Celtics desde o título de 2008, quando uma equipa começou a dizer "Ubuntu" aos 3...

Deixe uma resposta