NBA Awards pela equipa NBA Portugal

Aproveitando a suspensão da NBA e com quase a certeza de que, se a liga regressar, seja diretamente para os Playoffs, a equipa da NBA Portugal juntou-se para dar as suas escolhas para os diversos prémios da NBA.

Tivemos 10 pessoas a votar nos diferentes prémios, tais como MVP, Rookie do Ano, Most Improved Player, entre outros.

Foi pedido a cada colaborador que indicasse 3 candidatos a receber o prémio, sendo que o 1º receberia 5 pontos, o 2º 3 pontos e o 3º 1 ponto. Sem mais demoras, vamos passar então aos prémios!

Coach of the Year: Mike Budenholzer

A equipa do NBA Portugal dividiu-se bastante para este prémio, tendo mesmo acabado com um empate a 28 pontos entre Mike Budenholzer e Nick Nurse. No entanto o prémio é entregue ao Coach dos Bucks pois teve 5 votações de 1ª classificado, enquanto Nick Nurse teve 4. Menção para Erik Spoelstra e Billy Donovan, que terminaram com 11 e 9 pontos respetivamente.

Budenholzer comandava Milwaukee ao melhor registo da liga antes da suspensão, com um registo de 53-12 que o colocava em 1º lugar na Conferência Este, bem como o melhor registo da Liga.

Most Improved Player: Brandon Ingram

Para o MIP, tivemos 2 jogadores a lutar pelo 1º lugar, ficando o resto do pelotão bastante distanciado. Ingram leva o troféu para casa, terminando com 35 pontos (5 1º classificados) e o Bam Adebayo terminou em 2º com 23 pontos. Menção honrosa para Jayson Tatum, Devonte’ Graham e Luka Doncic, que terminaram com 9, 8 e 7 respetivamente.

Após a troca na offseason, Ingram tornou-se numa das caras dos Pelicans, tendo liderado a equipa durante a lesão que afastou Zion mais de metade da época. Foi All Star pela primeira vez da sua carreira, e melhorou quase todos os registos comparando com a época passada; pontos 18.3 para 24.3, ressaltos 5.1 para 6.3, assistências 3.0 para 4.3.

Sixth Man of the Year: Dennis Schroder

Uma votação que esteve sem concorrência. A equipa da NBA Portugal deu 6 votações de 1º classificado a Dennis Schroder, terminando em 1º com 39 pontos. Schroder levou a melhor sobre o duo dos Clippers, composto por Montrezl Harrell (2º, 17 pontos) e Lou Williams (3º, 11 pontos). Parabenizamos também os jogadores logo a seguir, com Derrick Rose e Goran Dragic a terminarem com 7 pontos.

Schroder fez parte de uma das maiores surpresas da NBA. Os Thunder espantaram tudo e todos com a magnífica época que estavam a ter, e o alemão ajudou como 3º melhor marcador da equipa, com média de 19 pontos.

Defensive Player of the Year: Anthony Davis

Com 6 votações de 1º lugar, AD é considerado o melhor defensor do ano pelo painel da NBA Portugal. Nesta categoria, apenas 6 jogadores receberam votos, com Giannis a terminar em 2º com 26 pontos e Rudy Gobert com 21 pontos.

AD juntou-se este ano aos Lakers, no tudo-por-tudo para recuperar o título que foge à 9 anos à equipa da Califórnia. A criar um temível Duo com LeBron James, a equipa estava em 1º na Conferência Oeste, com a 3ª melhor defesa da Liga. Anthony Davis estava com médias de 9.4 ressaltos, 2.4 blocos e 1.5 roubos de bola, e permitindo que os adversários conseguissem concretizar apenas 38.5% quando os defendia.

Rookie of the Year: Ja Morant

Nesta votação, a equipa da NBA Portugal não deixou margens para dúvidas, com todos os 10 elementos a votar no Ja Morant para o 1º lugar. Os 19 jogos de Zion dos 64 jogos que a equipa disputou não foram suficientes para a NBA Portugal lhe atribuir o prémio de Rookie do Ano. Zion terminou a votação em 2º, com 18 pontos, perseguido por Kendrick Nunn com 15 pontos. Tyler Herro e Brandon Clarke receberam ainda 2 pontos.

Os Grizzlies, de acordo com a ESPN, eram projetados para terminar no último lugar da Conferência Oeste com um recorde de 27-55. No entanto, Ja Morant foi o grande impulsionador da equipa, surpreendendo muita gente e a conseguir colocar todos os jogadores à sua volta a valorizarem-se. Com 65 jogos realizados, estavam já acima das vitórias projetadas, com 32 vitórias, e em 8º lugar na Conferência Oeste, numa luta que parecia que iria durar até ao último dia para uma ida aos Playoffs. Morant tinha médias de 17.6 pontos, 6.9 assistências, 3.5 ressaltos e quase 1 roubo de bola por jogo.

Most Valuable Player: Giannis Antetokounmpo

O “Greek Freak”, após conquistar o MVP da temporada passada, voltou a conquistar a liga este ano. A NBA Portugal votou 6 vezes para 1º classificado e 4 vezes para 2º. LeBron James terminou em 2º com 31 pontos e Luka Doncic terminou em 3º com 10 pontos. Menção honrosa para James Harden e Anthony Davis, ambos com 3 pontos.

A colocar os Bucks com o melhor recorde da época até à suspensão da liga, Giannis estava a conseguir melhorar ainda mais alguns dos registos que o levaram a ganhar o MVP o ano passado. A sua média de pontos subiu de 27.7 para 29.6, os ressaltos de 12.5 para 13.7 e manteve o número de assistências, bem como começou a lançar de 3 pontos, estando a marcar 1.5 por jogo, enquanto a época passada foi 0.7. Com apenas 25 anos, o alfabeto humano parece ter ainda margem para melhorar o seu jogo.

Quais seriam as vossas escolhas para cada prémio?

Rui Leite

Viciado em NBA e adepto dos Sixers desde que um certo baixinho andou lá a espalhar magia.

Deixe uma resposta

<--bit--><--ti-->