Muito para provar: Aaron Gordon

Neste segundo artigo da rúbrica que explora os jogadores que terão talvez a última oportunidade de se afirmar na liga, falaremos Aaron Gordon. Aos 25 anos não podemos mais dizer que Gordon seja uma “promessa”, por isso mesmo nesta temporada o fantástico “dunker” terá de definir o seu papel na liga. All Star, Franchise Player, ou apenas mais um bom role player?

“Draftado” em 2014, apenas com 18 anos, Aaron Gordon já conhece bem a NBA. Tem estado nos Orlando Magic desde o primeiro dia, uma franquia que não é muito falada, pois acaba por garantir os playoffs, muitas vezes com um record negativo, e sair na primeira ronda.

Mas este ano a competição no Este será maior, com Kevin Durant de volta, os Hawks a atacar os playoffs, a par dos Bulls e quem sabe até os Hornets, que tiveram uma excelente offseason.

Isto quer dizer que Aaron Gordon terá de ser a principal figura da equipa, Nikola Vucevic já não caminha para o seu prime, ao contrário de Gordon, que tem agora a oportunidade de começar os seus melhores anos na liga. Não há nada melhor para cativar isso do que competitividade, que com certeza não lhe faltará.

Médias de 14.4 pontos por jogo e 7.7 ressaltos, e ainda alguma boa contribuição defensiva na passada temporada ainda não chegam. Está na hora de ver se Aaron Gordon consegue afundar até ao “próximo nível”.

Vasco Oliveira

Gosto de escrever umas coisas de vez em quando. @vjoseoliveira

Deixe uma resposta