Kevin Durant comentou pedido de saída dos Nets

Kevin Durant confirmou em entrevista que o seu pedido de troca no verão não deixou nenhum dano duradouro no balneário dos Brooklyn Nets. Assim que decidiu regressar aos Nets e o início da temporada se aproximava, Brooklyn deixou o drama do verão para trás.

“Limpamos tudo antes do início e estava tudo bem”, disse Durant em entrevista à ESPN. “Nada atrapalhou o basquetebol.”

Kevin Durant, jogador de 34 anos exigiu uma troca dos Nets no verão de 2022 e referiu repetidamente este pedido. Diz-se que Durant deu ao dono da equipa, Joe Tsai, um ultimato, ou o técnico Steve Nash e o GM Sean Marks deveriam ser demitidos ou ele próprio deveria ser trocado. No entanto, os Nets recusaram-se separar-se da sua estrela.

No final de agosto, as partes concordaram em mais cooperação conjunta. Em entrevista a KD, o jornalista Nick Friedell citou as situações a envolver James Harden em Houston, Jimmy Butler em Minnesota e Anthony Davis em New Orleans.

“Mas isso foi durante a temporada”, rebateu Durant. Com ele, por outro lado, era só “algo de verão”. “Não jogávamos naquele momento. Isso não interferia no nosso trabalho diário em campo. Os meus companheiros de equipa não precisavam de ser questionados sobre isto depois de cada jogo ou após cada sessão de treinos.” A equipa conseguiu deixar o drama para trás a tempo do início da temporada.

Em setembro, Durant explicou o pedido de troca com dúvidas sobre os rumos da organização na altura: “No ano passado esta equipa estava rodeada de muitas incertezas. Viram o que aconteceu com a nossa temporada. Os jogadores às vezes estavam na equipa e às vezes não, lesões… havia dúvidas sobre os próximos quatro anos da minha carreira.” 

Também aparentemente não estava feliz com o treinador Nash, que foi demitido após apenas sete jogos e um péssimo início de temporada 2022/23.

Nesse ínterim, no entanto, os Nets conquistaram o segundo lugar na conferência Este, com Brooklyn a vencer 14 vezes nos últimos 15 jogos. O próprio Durant provavelmente está a jogar o melhor basquetebol da sua carreira, com média de 29,7 pontos, 6,7 ressaltos e 5,3 assistências, com lançamentos a 55,9% de campo e 37,6% da linha de três pontos. Para o futuro, será importante perceber o estado de Durant após a lesão no último jogo.

Deixe uma resposta