Jogadores que abandonaram cedo de mais – 14. Steve Francis

Durante 15 dias vamos retratar 15 jogadores que de uma maneira ou de outra deixaram a NBA. Alguns por lesões, outros por factores externos ao que diz respeito ao basquetebol.

  • Anos: 1999-2008
  • Pontos: 18.1 por jogo
  • Assistências: 6.0 por jogo
  • Roubos: 1.5 por jogo
  • TS%: 53.3%
  • Win Shares: 19.6
  • VORP: 22.7

Afundanços incriveis, crossovers letais e uma capacidade de passar pela defesa e afundar independentemente de quem la estivesse com uma capacidade atlética fora do normal. Falando assim até parecia que estava a descrever Derrik Rose no seu pico. Mas na verdade estamos a falar do Franchise Steve, Steve Francis.

A carreira de Steve Francis foi bastante controversa na NBA, começando logo no dia de draft. Escolhido com 2ª pick pelos Vancouver Grizzlies, Francis declarou no próprio dia que se recusava a jogar pela, a então, equipa do Canadá. Assim sendo Francis é trocado para os Houston Rockets, que gerou na altura a troca que evolveu mais jogadores (11).

A primeira época de Francis correu bastante bem a nível pessoal. Ganha Co-Rookie of The Year (juntamente com Elton Brand) e ficou em segundo no concurso de afundanços (atrás de Vince Carter).

A nível coletivo a equipa não conseguia atingir os Playoffs. Apesar de ter sido nomeado para os All-Star em 2002, Francis falhou muitos jogos devido a lesões e ao síndrome vertiginoso. Assim sendo os Rockets sem a sua principal estrela afundam o que lhe vale a 1ª pick no draft de 2002. Em 2003 ambos os jogadores são nomeados All-Star e nessa mesma época Francis faz o seu carrer-high 43 pontos frente aos Lakers.

Em 2003 os Rockets contratam Van Gundy e os problemas começam. O estilo de treinador não agradou Francis e os seus números baixaram. Ainda assim os Rockets regressaram aos playoffs mas foram eliminados pelos Lakers.

Assim sendo, no final da época Francis, juntamente com Cuttino Mobley é trocado para os Orlando Magic por Mcgrady, Juwan Howardm, Tyronn Lue e Reece Gaines.

Na sua aventura pelos Rockets acaba com 19.3 pontos, 6.4 assistências, 6.1 rebounds e 1.63 roubos em 374 jogos.

Em Orlando as coisas começam bem mas rapidamente pioram. Mobley (o seu melhor amigo) é trocado o que chateia Francis que num dos jogos recusa-se a entrar para jogar e é suspenso pela equipa. Assim sendo em 2006 é trocado para os Knicks.

Em Madison Square Garden faz dupla com Stephon Marbury mas a parceria não resulta para nenhum dos lados .

Torna-se free agent em 2007 e assina novamente pelos Houston, mas mais uma vez as coisas não resultam, Francis volta a ser trocado agora para a equipa que o draftou, os Grizzlies, mas este é dispensado sem sequer aparecer a um jogo.

Depois disto Francis nunca mais regressou à NBA. Durante este processo todo o padrasto de Francis suicidou-se. Francis não soube lidar com a situação e começou a ter problemas com o álcool. Em 2016 foi preso depois de ter tentado roubar objetos de um carro de uma mulher. Foi condenado em 2017 a serviço comunitário

Posto isto, Francis teve apenas 9 anos na NBA, o jogo mudou e Francis não consegui acompanhar essas mudanças. Contudo, era um jogador bastante espectacular de se ver jogar, um jogador que atraía publico e que ainda podia dar muito a outras equipas se não fossem as lesões e os problemas de atitute. No currículo conta com:

  • 3x All-Star (2002-2004)
  • NBA Co-Rookie of The Year (2000)
  • NBA All-Rookie First Team (2000)

Assim sendo fiquem com os melhores momentos de Steve Francis

Deixe uma resposta