Irving convencido por vacina revolucionária

Actualmente não sabemos de forma oficial porque Kyrie Irving se recusa a ser vacinado, possívelmente faz sentido a ele considerar outras hipóteses. Assim, o New York Post questionou se a provável chegada de uma vacina “vegan” (não testada em animais e baseada em plantas) poderia mudar a opinião do jogador dos Brooklyn Nets.

O jornalista do Post, que entrevistou membros ligados ao jogador, acredita que seja esse o caso. Kyrie Irving é vegan há alguns anos e, embora ele não tenha entrado em detalhes sobre a sua recusa à vacina, a chave pode estar aí. Mas ainda estamos longe dessa possibilidade.

As vacinas de origem vegetal, em particular a desenvolvida por um laboratório canadiano e que está em ensaios clínicos, serão lançadas em 2022. A vacina em questão poderá ser autorizada no Japão a partir de março de 2022. De modo que o mesmo se aplica aos Estados Unidos, por isso teremos de esperar mais alguns meses. Isto não dá garantia de um regresso de Kyrie Irving antes da próxima temporada à priori.

Mas pelo menos a esperança parece possível para os fãs. Para Steve Nash, também.

“Não falei com Kyrie sobre a possibilidade de uma vacina à base de plantas. Mas se tivermos a sorte de poder recuperá-lo por causa disso, ficaremos muito felizes, mas não podemos contar com isso.”

Não podemos esperar por isso. Temos de trabalhar, melhorar e garantir que o grupo esteja tão bom quanto desde o início da temporada”, disse Steve Nash no último fim de semana.

Os Nets não permitiram que Kyrie Irving participasse apenas nos jogos fora de casa, enquanto os jogos em casa só são acessíveis a jogadores totalmente vacinados, assim é actualmente em New York tal e em San Francisco.

Deixe uma resposta