Federação grega pondera contestar lance de Caboclo

Quem assistiu ao frenético final do Brasil vs. Grécia não irá esquecer tão cedo o dramático lance final da partida. Kostas Sloukas atirou o último de 3 lances livres que, entrando, daria o empate a 79. No entanto, Bruno Caboclo impediu a bola de entrar com uma espécie de abafo, quando tudo levava a crer que a mesma iria cair dentro do aro, segurando o ressalto e acabando com a partida.

Para um fã assíduo de basquetebol e da NBA, foi um lance altamente dúbio e polémico, já que a regra do goaltending é sobejamente conhecida. De acordo com as leis da FIBA, a ação de Caboclo é legal, desde que o brasileiro não tenha tocado no aro ao realizar o gesto de afastar a bola do cesto – algo que, com repetições e fazendo uso de câmaras aproximadas, não é líquido que tenha acontecido.

De acordo com a repetição do vídeo, de facto, parece que Caboclo toca primeiro no aro e depois na bola, algo que constitui uma interferência ilegal. Assim sendo, os responsáveis da federação grega de basquetebol estão a ponderar fazer uma exposição à FIBA, contestando a legalidade do lance e, consequentemente, constestando o próprio resultado final do encontro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *