Estados Unidos com derrota histórica

Aconteceu aquilo que menos se esperava, os Estados Unidos perderam um jogo de basquete.

Após 13 anos sem derrotas, desde o Mundial 2006, os Estados Unidos venceram sempre os seus jogos, apesar de algumas vezes estarem perto da derrota, como contra a Sérvia nos Jogos Olímpicos de 2016 na fase de grupos, ou contra o Brasil em 2010 no Mundial também na fase de grupos.

Mas aconteceu quando menos se esperava, contra uma boa seleção Australiana, apesar de não contar com Simmons, mas a quem haviam derrotado poucos dias antes por 102-86.

Desta vez a seleção Australiana, também a jogar em casa, conseguiu o feito inédito de derrotar a seleção Americana, por 98-94, num grande jogo de basquete.

Patty Mills foi o grande destaque do jogo, o jogador dos San Antonio Spurs marcou 30 pontos, 13 dele no último período, e foi essencial para ajudar a derrotar a equipa treinada por Gregg Popovich, seu treinador nos Spurs.

Do lado dos Americanos, Kemba Walker com 22 pontos, foi o maior destaque, numa equipa em que Barnes também chegou aos 20 pontos, e que contou com Kuzma, com lesão no tornozelo.

Este jogo foi histórico por ser a primeira vitória dos Australianos sobre os Americanos, por ser a primeira derrota dos Americanos em jogos oficiais ou de preparação antes de uma grande competição e por conseguinte por fim à sequência de 78 jogos sem derrotas dos Americanos desde a derrota nas meias-finais do Mundial de 2006 frente à Grécia.

Pedro Ribeiro

Formado em Ciências da Comunicação, trabalhou como Jornalista e Assessor de Comunicação. Fã da NBA, participou em vários projetos sobre esta liga. Fundador do site www.nbaportugal.com https://twitter.com/pedrofmribeiro

Deixe uma resposta