E se… Ray Allen não salva os Heat em 2013?

A NBA Portugal procurou olhar para as finais da NBA, pelo menos desde o início do novo milénio, e procurar estabelecer uma relação entre o que efetivamente aconteceu, e de que maneira é que isso afetou de forma mais significativa o rumo dos acontecimentos.

Analisando as finais de 2013, entendemos que o jogo 6 entre os Miami Heat e os San Antonio Spurs terá sido, pelo menos salvo melhor opinião, aquela que afetou a história da liga de forma mais vincada.

Vejamos porquê…

Os Heat perdiam a série com os Spurs por 3-2, na entrada para o jogo 6 em Miami, que precisava urgentemente de vencer ou ia para casa.

Por isso, LeBron, Wade e Bosh tinham de dar uma resposta e liderar a equipa a uma remontada na série.

Os Spurs venciam por 3 pontos a pouco mais de 10 segundos do apito final, e estavam perto de alcançar o anel. Até que… LeBron falha um triplo, Bosh consegue lutar pelo ressalto e coloca em Allen que, dando um dois passos para trás, consegue posicionar-se fora do arco e lançar de 3 pontos para levar o jogo a prolongamento. Foi certamente um dos momentos mais bonitos que a liga já viu, um clutch shot perfeito. Os Heat arrecadaram a vitória em prolongamento levando a série ao derradeiro jogo.

O dia em que Ray Allen fez história ao salvar o Miami Heat de ...

Mas afinal, que implicações é que este lançamento, por si só, representou para os envolvidos?

  • Duncan esteve a um passo de vencer o seu 6º título;
  • LeBron James via o seu legado ficar em risco, ficando hipoteticamente com um recorde de 2-7 nas finais, o qu seria um duro golpe no debate de quem é o melhor de sempre;
  • Wade acabaria cm 2 anéis em vez de 3;
  • A era dos big 3 em Miami ficava manchada, com um recorde de 1-3 nas finais, após terem dito aquando do seu ajuntamento “to win not five, not six, not seven, etc
  • Pop ficaria 6-0 em finais, e seria inequivocamente o melhor de sempre, se é que já não o é;
  • Kawhi teria neste momento 3 anéis antes dos 30 anos.

João Pinto

Estudante de Direito- Universidade Católica Portuguesa/ Apaixonado pelo desporto e pela melhor liga do mundo/ Fã dos Boston Celtics desde 2009, desde que um certo trio andou por lá a provocar estragos

Deixe uma resposta