Dwight Howard deixa a NBA

Talvez Dwight Howard nunca tenha aceitado bem o facto de não ter sido incluído na lista dos 75 melhores jogadores de todos os tempos da NBA. ‘D12’ perdeu a confiança e, embora tenha recuperado relevância nas últimas temporadas, não conseguiu convencer uma equipa de que ainda pode prestar um bom serviço ao mais alto nível.

Com quase 37 anos, Dwight Howard provavelmente não jogará na NBA novamente. Acaba de anunciar a sua decisão de se juntar a Taiwan e ao clube Taoyuan Leopards. Não será o único americano, já que Deyonta Davis, ex-jogador dos Memphis Grizzlies (31ª escolha do Draft em 2016) e Troy Williams, que passou por Houston e New York, jogam lá desde 2021.

A terceira passagem de “Superman” nos Los Angeles Lakers na última temporada foi, provavelmente, a sua última experiência na NBA. Embora a segunda metade da sua carreira tenha sido muito dececionante, os feitos e o domínio com Orlando não devem ser esquecidos ao considerar a sua entrada no Hall of Fame.

No total, Dwight Howard participou em oito All-Star Games. Foi eleito cinco vezes para a equipa All-NBA, cinco vezes num All-Defensive. Acima de tudo, os feitos foram coroados com três títulos de defensor do ano. Apenas Dikembe Mutombo e Ben Wallace se saíram melhor, e ambos entraram para o Hall da Fama.

Em 2020, Howard desempenhou um papel importante no título dos Lakers dentro da bolha de Orlando, levou os Magic até às finais de 2009. Estatisticamente, o número 1 do Draft de 2004 foi o melhor na liga nos ressaltos por cinco vezes e nos desarmes duas vezes, com média de 15,7 pontos e 11,9 ressaltos por jogo ao longo de toda a carreira.

Deixe uma resposta