Damian Lillard sai, mas não para Miami – 30 dias, 30 equipas, 30 trocas – Portland Trail Blazers

Numa série que irá ocorrer durante os 30 dias de Setembro, em cada dia, por ordem alfabética, uma equipa da NBA terá uma troca proposta de como melhorar a equipa, dependendo do que se considerar melhorar para o perfil desta mesma e que possa ser relativamente realista de forma a poder ser possível prever o caminho de todas as equipas da NBA. Hoje a equipa em análise são os Portland Trail Blazers.

Damian Lillard não chega ao final da época em Portland, quase que se pode arriscar em que este não chega a Outubro em Portland. E apesar do destino mais óbvio ser Miami visto que este é o desejo de Damian Lillard, os Blazers não tem que garantir o que Lillard quer, até porque o que Miami pode oferecer não é o pacote mais promissor de todas as equipas possíveis. Procurar também recursos para montar em volta de Scoot Henderson e Shaedon Sharpe deve ser o objetivo e sinceramente, um pequeno teaser, conseguir juntar Cooper Flagg a este core seria uma combinação divinal e para isso os Blazers devem procurar o maior número de recursos de draft.

Assiste a TODOS os jogos do Campeonato do Mundo, NBA e LPB e ganha uma Aposta Grátis até 50€. Regista-te no Banner para teres acesso a todas estas vantagens.

Tem a sua beleza, mas devolver CJ McCollum a Portland por Damian Lillard fazia todo o sentido. Os Blazers conseguiriam recuperar uma futura lenda do franchise, um jogador com muita experiência que pode ajudar na transição como líder e ainda novo o suficiente para auxiliar o crescimento de Scoot Henderson e Shaedon Sharpe em Brandon Ingram e por fim 4 escolhas de primeira ronda para conseguir por exemplo Cooper Flagg ou Izan Almansa. Apesar de improvável, a escolha dos Bucks em 2024 é interessante com a ameaça de Antetokounmpo. Ainda mais interessantes são as escolhas de 2025 e 2027. Juntar também uma escolha certamente baixa mas sempre interessante dos Lakers para 2024. Do lado dos Pelicans torna-se bastante simples, Damian Lillard é um criador para si mesmo e para os outros muito superior ao CJ McCollum, com um nível de performance bem mais elevado e com possibilidade de ser completamente devastador com Zion Williamson ao lado, tornando os Pelicans claros candidatos ao título. Também ia em caminho um jogador mais na timeline de Zion, Herb Jones, Dyson Daniels e Trey Murphy III (Reparem desde já o encaixe nos jogadores com idade semelhante), Anfernee Simons que pode partilhar o campo com qualquer outro parceiro de backcourt exceto Lillard devido aos problemas defensivos deste.

Resumo troca

Portland Trail Blazers get:

CJ McCollum

Brandon Ingram

1st Round 2024 (MIL Swap Rights)

1st Round 2024 (LAL)

1st Round 2025 (MIL)

1st Round 2027 (MIL)

New Orleans Pelicans get:

Damian Lillard

Anfernee Simons

Tomás Carneiro

Bem, música, cinema, basquetebol e cozinha são a minha vida. Melómano em que registo todos os álbuns que ouço, registo todos os filmes que vejo. https://rateyourmusic.com/~tomasmei - perfil do rateyourmusic https://letterboxd.com/tomasmcarneiro/ - Perfil do Letterboxd Em relação a basquetebol, sou fã do Toronto Raptors na NBA (cresci a ver vídeos do Vince Carter e sim, Lowry é o GROAT) e na Euroleague sou fã do Partizan (Punter continua onde deve). Sou fã principalmente de jogadores novos e dos talentos a crescerem.

Deixe um comentário