A equipa muda, o vácuo não

Josh Hart, jovem promissor que foi envolvido na troca entre os Los Angeles Lakers e os New Orleans Pelicans sofría em LA o hábito de passar no vácuo na hora de cumprimentar os companheiros.

Pois bem, agora em New Orleans, parece que Hart continuará sofrendo com este “hábito” de ficar no vácuo.

Vejam:

É Josh Hart… parece que esta é sua sina! O pior cumprimentador da história da NBA?

Raphael Amaral

Pai, esposo, professor doutor em Engenharia Elétrica e um apaixonado por esportes americanos, em especial a NBA!

Deixe uma resposta