20 anos antes de Ja Morant, existiu o desarme de MJ

O desarme de Ja Morant em Avery Bradley já correu o mundo. Sem exagerar, podemos dizer que este é um dos desarmes mais espetaculares da história da NBA. Não houve contexto de jogo como o de LeBron James nas finais de 2016, por exemplo. Mas a proeza atlética e visual permitiu que ele entrasse imediatamente na discussão do melhor. Os mais velhos podem ter tido o mesmo flash de agora ao ver o líder dos Grizzlies, no desarme de Michael Jordan em Ron Mercer, contra os Bulls em 2002.

A poucos dias de completar 39 anos, e enquanto vestia a camisola dos Washington Wizards na primeira temporada, “MJ” também entrou no paranormal. Logo após ser defendido pelo jovem Ron Artest, “His Airness” usou a sua frustração para colocar Mercer contra a tabela no momento decisivo. O olhar e as palavras do momento são tão icónicas quanto o próprio gesto.

É certo que esta foi apenas a versão final de Michael Jordan, mas vê-lo capaz de tal gesto nesta idade mostra que, embora muitos queiram apagar este episódio, o seu regresso à NBA não foi nada ridículo. Vale a pena lembrar que mesmo que os Wizards não tenham disputado os playoffs nesse período, Jordan teve média de 21,5 pontos. Poucos jogadores desta idade podem dizer o mesmo.

Deixe uma resposta