Zen Master na escolha dos Lakers, Hornets apontam a um experiente

Alguns nomes já circulam para os Lakers em relação ao sucessor do treinador Frank Vogel, incluindo Darvin Ham dos Bucks, Snyder (Jazz) ou Rivers (76ers). Mas em primeiro lugar, surge a questão de quem deve tomar a decisão. De acordo com a ESPN, Phil Jackson está “significativamente envolvido” na procura.

Este já era o caso quando Vogel foi contratado em 2019. A decisão agora também será tomada em grupo. Jackson levou os Lakers a cinco campeonatos entre 2000 e 2002 e 2009 e 2010, mas não ocupou um cargo oficial em LA desde que saiu em 2011. No seu tempo em New York foi menos bem-sucedido do que em Los Angeles. Foi presidente de operações de basquetebol dos Knicks entre 2012 e 2015, após a pior temporada da história da organização (17-65).

É possível que só após os playoffs, os Lakers tenham uma ideia mais concreto sobre quais os treinadores que poderão ser hipótese.

Charlotte também já começou a entrevistar candidatos e considera a contratação de Mike D’Antoni. Ele já trabalhou nos Lakers com Mitch Kupchak, que agora atua como GM dos Hornets. A possibilidade de D’Antoni está a ser “seriamente” considerada.

Deverá haver uma reunião entre D’Antoni e os Hornets, mas isto também se aplica a vários outros candidatos. Entre eles estão os assistentes técnicos Kenny Atkinson (Golden State), Darvin Ham (Milwaukee) e Sean Sweeney (Dallas), todos ainda nos playoffs com as suas equipas. Atkinson levou os Nets aos playoffs como treinador principal em 2018-19. Ham faz parte da equipa técnica de Mike Budenholzer há anos e já foi indicado como candidato a várias vagas. Sweeney recebe grande crédito pela forte defesa do Mavs.

D’Antoni foi duas vezes nomeado Treinador do Ano, e em quase 1.200 jogos na NBA tem um registo de 672-527 (0,560) com Denver, Phoenix, New York, Los Angeles e Houston. Mais recentemente, fez parte da equipa técnica de Willie Green em New Orleans como consultor. Os Hornets demitiram Borrego, após esta temporada, que levou Charlotte ao torneio play-in duas vezes seguidas.

Deixe uma resposta