Top 10 Free Agents disponíveis!

A Free Agency está mesmo aí à porta, e numa altura confusa no panorama mundial, esta vai ser a época de negócios mais atípica dos últimos anos. Devido à pandemia, e pelo facto de a época começar este Dezembro, a Free Agency foi encurtada, e dessa forma, as equipas terão novos obstáculos para alcançarem os melhores negócios.

Existe uma bateria de jogadores que são Free Agents e podem contribuir para equipas com diferentes ambições, no entanto, neste artigo, em jeito de opinião, ranqueei os 10 free agents que na minha opinião têm mais valor. Os Free Agents neste ranking, são os chamdas “UFA”, que não possuem restrições no que toca a assinar com uma das 30 equipas da NBA. É importante também que notar que o Anthony Davis não está incluído por já haver reports que está a trabalhar num contrato com a sua atual equipa, os campeões Lakers.

1 – Gordon Hayward: O Gordon escolheu sair do contrato que tinha com os Boston Celtics no valor de 34M de dólares por ano. Na minha opinião é algo arriscado, pois não sei se vai encontrar um contrato melhor a nível monetário, no entanto, poderá ter feito esta opção para procurar um projeto mais adequado às suas qualidades. Atlanta Hawks e New York Knicks são alguns dos destinos que poderão fazer propostas ao extremo, devido à possibilidade de oferecerem um contrato de longo termo, e também os Indiana Pacers, equipa da terra natal do jogador.

2 – Fred Van Vleet: O base que foi fundamental no campeonato dos Toronto Raptors em 2019, já foi a público dizer que quer ser pago. O jogador estava a ganhar cerca de 9M de dólares na época passada, e está à procura de um contrato mais favorável em termos monetários. Fred Van Vleet é o tipo de jogador que encaixa em qualquer equipa, tendo o potencial de ser o base principal de grande parte das equipas da NBA. Considerado um guerreiro pelo seu percurso na NBA, é um jogador que vai defender o melhor base todas as noites e que aparece clutch quando é necessário.

3 – Montrezl Harrell: Depois do projeto falhado dos Clippers na época passada, Montrezl Harrell, ex “6th Man of the Year”, está no mercado. O extremo possante arrecadou 18.6 PPG e 7.1 RPG na época passada, e seria um suplente de luxo para comandar a segunda linha de qualquer equipa que esteja a montar um plantel com olhos no título.

4 – Christian Wood: O extremo de 24 anos, mostrou na época passada, numa equipa muito fraca de Detroit, que pode ser uma peça fundamental para qualquer franchise. Muito energético, com médias de 13.4 PPG e 6.3 RPG, está à procura de um contrato mais favorável, dado que na época passada ganhou cerca de 1.6M de dólares.

5 – Danilo Gallinari: Muito experiente, mostrou na época passada pelos OKC que ainda tem muito para dar, sendo fundamental numa equipa que chegou aos playoffs apesar de os analistas consideram uma “tanking team” na época passada. Um “scorer” puro, consegue encontrar forma de dar pontos à sua equipa em qualquer altura do jogo. Depois da “montra” que os Thunder lhe deram, Gallo com 32 anos assentava em qualquer playoff team ou mesmo um contender ao título.

6 – Jerami Grant: O extremo energético mostrou ser fundamental na jornada dos Denver Nuggets nos playoffs da época passada. A sair do banco ou a começar de início, Jerami consegue defender os melhores atacantes de perímetro, sendo também muito bom na transição ofensiva. Uma peça fundamental para equipas ambiciosas, com olho na postseason.

7 – Serge Ibaka: Campeão pelos Toronto em 2019, o poste mostrou ser uma fonte produtiva de “scoring” nos playoffs passados. Outrora considerado como especialista a proteger o aro, com a idade, começou a ganhar um lançamento cada vez mais polido, sendo atualmente uma ameaça de 3. Com 15.4 PPG e 8.2 RPG, ganhava cerca de 22M na época passada. Devido à sua idade, provavelmente não irá encontrar um contrato tão chorudo, mas certamente seria uma influência positiva no campo e balneário, para uma equipa candidata ao título.

8 – Jae Crowder: O finalista dos Miami Heat na época passada, é o modelo perfeito do que se chama um “3 and D player”, tendo a capacidade de lançar bem da linha de três pontos, e defender multiplas posições. Um jogador que está habituado a estar em várias equipas, poderá estar à procura da sua 7ª casa na NBA. Ainda é incerto se os Heat o conseguiram manter, no entanto encaixa perfeitamente em qualquer equipa com ambições de título.

9 – David Bertrans: O especialista da linha de 3 pontos, mostrou numa época em que os wizards não tinham a sua estrela John Wall, que pode ser uma fonte segura de produção ofensiva. Com 15.4 PPG e 4.5 RPG na época passada, o extremo está à procura de uma nova casa.

10 – Hassan Whiteside: Por vezes controverso, o contrato chorudo que os Miami Heat lhe ofereceram em 2016-2017 está a terminar, sendo que na época passada o jogador ganhou cerca de 25M de dólares. Muito provavelmente, não terá propostas de contratos desse valor, no entanto é uma máquina de “double-double”, e com a carência de postes nesta free agency pode encontrar propostas interessantes. Apesar de ter historial de lesões, o poste arrecadou 15.5 PPG e 13.5 RPG na época passada, números que não passam por despercebidos.

Deixe uma resposta