NBA lança investigação de adulterações em trocas

Neste período de transferências, Kyle Lowry e Lonzo Ball juntaram-se aos Miami Heat e aos Chicago Bulls, respectivamente. Muito rapidamente após a abertura desta “Free Agency”, os dois jogadores fizeram um “sign-and-trade”.

E, sem surpresa, a NBA suspeita de “adulteração” nestes dois negócios. Ou seja, contactos entre equipas e agentes antes do início do período para os mesmos. Assim, a liga decidiu abrir uma investigação oficial sobre as duas operações, segundo informações da ESPN.

Todas as partes envolvidas nos dois negócios já foram notificadas desta investigação. No ano passado, os Milwaukee Bucks perderam uma escolha na segunda ronda do Draft no caso Bogdan Bogdanovic. Mas a NBA levou em consideração na sanção a assinatura do sérvio para os Atlanta Hawks.

Desta vez, Lowry e Ball assinaram com os Heat e os Bulls. Ambas as equipas enfrentam possíveis multas, que podem chegar a um máximo de 10 milhões, suspensão de executivos, perda de opções de Draft e, potencialmente, cancelamento de negócios.

A Liga irá tão longe? Duvidamos disso. Porque, na realidade, a “adulteração” continua a ser uma grande piada no período das transferências.

Muitos negócios são anunciados desde os primeiros minutos da abertura, Kyle Lowry e Lonzo Ball não foram os únicos jogadores a discutir previamente com equipas.

Deixe uma resposta