Melhor que Chris Paul só mesmo… Chris Paul?

Parece um erro, mas não é. Com mais uma brilhante época, CP3 bate recordes que já detinha.

Chris Paul, ou devemos usar o seu verdadeiro nome – Point God, é, sem margem de dúvida, um dos melhores bases de sempre. Aliás, atualmente, é dos últimos verdadeiros bases. Uma espécie rara, em vias de extinção. Um base que defenda, ataque mas que, sobretudo, saiba gerir e comandar a equipa.

Após ter chegado no ano passado, pela primeira vez na sua carreira, às finais da NBA, Paul tem mostrado as suas intenções para este ano. De facto, o objetivo é o troféu, nada menos.

Assim, CP3 tem feito uma época deslumbrante, estando a registar uma média de 10.1 assistências em apenas 2.3 perdas de bola. O último jogador a registar mais de 10 assistências em menos de 3 perdas de bola foi… o próprio Chris Paul.

Se manter este registo, será a sexta vez que o faz na sua carreira. Para pôr as coisas em perspetiva, Magic, Stockton, Thomas, Nash e Kidd (os mais conceituados bases da história da NBA), nunca conseguiram sequer ter este registo uma única vez, quanto mais seis…

Deixe um comentário