Gregg Popovich e os Spurs, os mestres do futuro!

Regresso ao futuro by Gregg popovich e Spurs.

Como referido no artigo anterior (https://www.nbaportugal.com/chuva-de-pontos-na-nba-os-numeros-nao-mentem/), a utilização inteligente do jogo exterior é um dos factores que influenciam mais o resultado do jogo. Como grande génio que é Gregg Popovich os próximos gráficos mostram que ele estava muito a frente do seu tempo, no que diz respeito ao lançamento exterior. Este estudo baseia-se nos lançamentos de 3 pontos a 90 graus(ou próximo disso), ou do “Corner 3s”, como habitualmente são chamados. Neste estudo chamaremos “lançamento do canto”. Através do próximo gráfico, podemos ver que os San Antonio Spurs,até 2016, tiveram uma maior percentagem de laçamentos do canto relativamente à média resto da liga.

Desde que Gregg Popovich se tornou treinador dos San Antonio Spurs na época de 1997/1998, os Spurs tiveram 20 consecutivas presenças nos playoffs e ganharam 5 campeonatos.



Entre 2002 e 2012, os San Antonio Spurs estiveram entre as 3 equipas com mais lançamentos do canto,excepto em 2004.

Nos dias de hoje, é consensual que o número tentativas de lançamentos exteriores aumentou em detrimento dos lançamentos de média distância, (cada vez vemos mais jogadores interiores a lançar de três, algo que era raro na década anterior) uma vez que, apesar de a probabilidade de encestar ser menor, o retorno em termos de pontos é maior, consequentemente, a probabilidade de vitória é maior. Os atuais campeões, Golden State Warriors, são exímios nessa categoria.

Em média, em 1997 as equipas lançavam 13 lançamentos de média distância por cada triplo tentado. Em 2017, a média aumentou brutalmente e passou de 3 lançamentos de média distância por cada lançamento tentado atrás da linha de 3 pontos. Uma grande diferença, que mostra o quanto mudou o jogo ao longo dos anos, e quem foi a equipa mais influenciou e que foram pioneiros neste tipo de jogo!? Acertaram, Spurs!!!

O rácio dos Spurs em 2005 é igual ao rácio da média das equipas em 2017! Uma década a frente do seu tempo. Concluindo, estes dados são uma das muitas características do porquê do sucesso dos Spurs ao longo da era Popovich , mas também mostra que as equipas da NBA adaptaram-se a este modelo, aprenderam e ajustaram o seu jogo, e hoje muitas equipas tem similares ou melhores indicadores nestas métricas que os próprios Spurs.

Marilio Meireles

Formado em Estatística, trabalha como Data Scientist . Fã da NBA e adepto dos Mavs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *