Equipas podem vender escolhas do Draft para ganhar dinheiro

Esta possibilidade vem a público por parte de Brian Windhorst, jornalista da ESPN.

Devido à redução significativa dos lucros de cada equipa da NBA, devido à inexistência de público nos jogos e à muito provável redução de prémios monetários relativos a direitos televisivos, existe a possiblidade das equipas venderem escolhas para o Draft de 2020. Outra razão também se deve ao facto da “turma” de candidatos à entrada na NBA neste ano ser uma das menos fortes e com menos qualidade dos últimos anos.

Em conversa com um executivo de uma equipa da NBA, o mesmo disse que suspeita que aconteçam vendas de escolhas do Draft e até da 1ª ronda, coisa que não se vê desde 2013, quando os Denver Nuggets venderam os direitos da 27ª escolha desse ano, que viria a ser o nome de Rudy Gobert, selecionado pelos Utah Jazz, jogador que se tornou num All-Star em 2020 e Jogador Defensivo do Ano (DPOY) de 2018 e 2019. Veremos o que acontece neste Draft 2020 que acontecerá no dia 16 de Outubro.

Guilherme Correia

Grande fã do LeBron James e foi ele que me fez gostar deste grande desporto que é o Basquetebol!!

Deixe uma resposta