A escolha mais “adormecida” de cada Draft de 2000s – 2004

Todos os anos, o draft da NBA está cheio de jogadores que foram observados, analisados pelos departamentos de Scouting/Front office das equipas e que pode mudar o rumo da equipa. Enquanto há escolhas óbvias, como o Lebron James ser o #1 em 2003, o grande desafio é descobrir aqueles diamantes que apenas precisam de ser lapidados e que é esquecido por todos. Destas escolhas que iremos falar, todas as elas se tornaram peças fulcrais nas equipas por onde passaram. Vamos falar entre 2000 e 2009.

2004 – Kevin Martin

A história de Kevin Martin é parecida com a de Michael Redd. As pessoas costumam esquecer-se que, durante uns anos, eles estavam entre os melhores marcadores e maiores ameaças ofensivas da NBA. Kevin Martin, escolhido na 26ª pick, começou a sua carreira um pouco mais lento.

Na sua 3ª temporada, Martin tornou-se um jogador com médias de 20 pontos por jogo. Ele conseguiu subir até aos 24.6 pontos por jogo na sua 5ª época. Embora ele esteja já fora da Liga, Martin teve média de 20.0 pontos em 2015 ao serviço dos Timberwolves.

Top 10 Picks deste draft:

  1. Dwight Howard – Orlando Magic
  2. Emeka Okafor – Charlotte Bobcats
  3. Ben Gordon – Chicago Bulls
  4. Shaun Livingston – LA Clippers
  5. Devin Harris – Washington Wizards
  6. Josh Childress – Atlanta Hawks
  7. Luol Deng – Phoenix Suns
  8. Rafael Araújo – Toronto Raptors
  9. Andre Iguodala – Philadelphia 76ers
  10. Luke Jackson – Cleveland Cavaliers

Deixe uma resposta