Trae Young brilha e desafia Doncic na corrida ao ROY

Trae Young foi a 1a escolha no draft de 2018, escolhido pelos Atlanta Hawks, tendo gerado grandes expectativas à sua volta, expectativas essas que tardaram um pouco a se confirmarem, mas que agora não só se justificam como estão a ser superadas, a ponto de muitos colocarem Trae Young ao lado de Luka Doncic na disputa ao prémio de Rookie do ano.

Na primeira metade da época Young, apesar diversas brilhantes exibições, foi bastante irregular e demorou a confirmar o seu talento, o que levou muitos a considerar DeAndre Ayton em vez dele como o principal rival de Luka Doncic ao prémio de ROY.

Mas tudo mudou nos últimos meses, Trae Young tem estado “on fire”, e de jogador com percentagem de menos de 35% de 3, passou a apresentar percentagens de 43.5% no mês de Fevereiro, e 51.2% de lançamentos de campo nos últimos 2 meses, tendo apresentado vários máximos de carreira e não só, máximos de pontos e assistências para um rookie este ano, outro aspecto do seu jogo em que se destaca, e no qual já está entre os melhores da liga, com média de 7.8 assistências, de longe a melhor de um rookie.

Trae Young foi justamente votado rookie do mês de Fevereiro na conferência Este, e a melhoria no seu jogo tem tido bastante impacto na sua equipa, tendo ganho 6 dos últimos 13 jogos, alguns deles bem difíceis como contra os Lakers ou Timberwolves.

Para já, Trae Young ainda se encontrar como outsider ao prémio de rookie do ano, mas já apresenta respeitáveis médias de 18.3 pontos, 7.8 assistências e 3.4 ressaltos por jogo, isto em apenas 30.8 minutos por jogo. Tendo já marcado 49 pontos num jogo, embora com 4 prolongamentos, e feito 17 assistências num jogo, algo incrível para um rookie, sendo também o 1° rookie desde Allen Iverson a conseguir marcar 35 ou mais pontos em jogos seguidos.

Será que ainda vai a tempo de desafiar seriamente Luka Doncic a um prémio que parecia já estar entregue?

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *