Kevin Love com 2 pés fora de Cleveland

Depois dos rumores sobre os Spurs e a aquisição de Kevin Love,   são colocadas em cima da mesa diversas outras hipóteses em relação a uma futura equipa do jogador.
Miami e Portland são as outras equipas que surgem agora como hipótese para o 5x All-Star e campeão de 2016 da NBA.

Miami

Para uma equipa que este ano apenas iria lutar por um acesso aos playoffs “tirado a ferros”, os Heat não se estão a safar nada mal. Em 3º na conferência Este, invencíveis em casa e com boas perspetivas para a época, a equipa da Florida surge como um dos possíveis destinos para Love.
Depois de no verão os Heat perderem Josh Richardson e Hassan Whiteside , a equipa de Miami foi buscar Jimmy Butler e não quis repetir a classificação do ano passado, tentando agora garantir um lugar de acesso aos playoffs.

Com esta equipa e Kevin Love, Miami pode voltar a afirmar-se como um indiscutível candidato aos anéis. Realçar que Kevin Love está com uma média de 18.3 pontos esta época, 12 ressaltos e 44.4% de lançamento (34.7 de 3 pontos).
A partir do momento que chegasse a Miami, poderíamos ver algumas destas estatísticas aumentar, muito em parte pelos jogadores que o rodeariam.

Parecendo pouco importante, os lançamentos livres são um ponto a favor de Kevin Love aqui:
Os Heat são das piores equipas da NBA (24ª) em termos de aproveitamento de lançamentos livres, com uma média de 74.6% de lançamentos convertidos. Em comparação, Love tem 87.8% e uma média de 5.41 lançamentos livres convertidos por jogo.

O retorno da trade para Cleveland?

Winslow, um jogador ainda jovem e com capacidade para crescer, que se vai poder juntar aos vários talentos jovens de Cleveland.
É um faz-tudo que tem vindo a crescer, tendo marcado cerca de 13.8 pontos por jogo e conseguindo 8 ressaltos por partida.
O outro jogador envolvido nesta trade poderia ser o poste Meyers Leonard, que pode trazer alguma qualidade nas zonas mais próximas do cesto.Outro ponto positivo é o facto do contrato de Meyers expirar no fim da época.

Com esta trade os Heat ganhavam qualidade e experiência no plantel (podendo avançar depois para outras frentes como Chris Paul) e tornar-se-iam candidatos mais sérios ainda ao título.

Assiste a TODOS os jogos da NBA em directo no Livestream da bet.pt.

É mesmo isso que estamos a oferecer. Regista-te na bet.pt através dos nossos banners, usufrui do bónus de boas-vindas no teu primeiro depósito, podes assistir aos jogos da NBA e de muitos mais desportos.

Portland

A segunda hipótese em cima da mesa para Love são os Trail Blazers.

Depois de uma época bastante satisfatória para a equipa de Portland, tendo esta chegado às finais de conferência, os Trail Blazers encontram-se numa situação algo precária.

Uma equipa que “estacionou” no 12º lugar da conferência e que tem o 2º pior registo em casa na NBA (1-4), apenas batido pelos Warriors (1-6).E para colmatar algumas das possíveis falhas que Portland parece ter, surge a possibilidade de Kevin Love se juntar para tentar evitar males maiores.

Kevin voltaria à sua terra de infância, numa trade que envolvia também Hassan Whiteside visto que este tem o seu contrato a expirar e isso pode ser uma boa arma para ajudar a convencer os Cavaliers. O aspeto negativo nesta trade é o facto de Portland perder o seu único poste que teve um início saudável esta época e de não ter um substituto à altura (Nurkic ainda não joga depois daquela lesão devastadora em março deste ano) .

Os Cavaliers ganhavam assim um poste possante e poderoso que poderia ser uma excelente opção para ajudar a equipa nas proximidades do cesto, podendo jogar como substituto de Thompson que vai fazendo uma boa época.

Portland tem que apostar as fichas todas e evitar esta curva descendente que se está a desenhar. Lillard tem 29 anos e está no pico da sua carreira. Como tal os Portland têm que fazer o tudo-ou-nada. E formar este big-tree  pode ser a única maneira de tentar repetir a proeza do ano passado (mas com um final um pouco mais feliz).

Esta trade seria por isso algo arriscada mas que poderia trazer os Portland a uma posição mais agradável enquanto não for tarde de mais.

Deixe uma resposta