Warriors humilhados pelos Mavericks no Oracle Arena

Os Golden State Warriors foram arrasados pelos Dallas Mavericks em casa, com resultado de 91-126.

Os Warriors deram descanso a Curry, que não tinha falhado nenhum jogo desde a sua lesão, e a verdade é que a jogada saiu mal.

Com um jogo pouco articulado e muito pouco colectivo, os Warriors não conseguiam anular os Mavericks, que tiveram um Luka Doncic inspirado, e também Dirk Nowitzki a marcar vários pontos. Apenas Durant e Cousins estavam ao seu nível, e deste modo os Warriors ficaram com 15 pontos de desvantagem no fim do 1° período. 22-37 era o resultado.

No 2° período nada mudou, os Warriors continuavam inertes, e os Mavericks tiraram máximo proveito disso, alargando a sua vantagem e ao intervalo já tinham marcado mais de 70 pontos, 74-46 era o resultado a favor dos Mavericks, 28 pontos de diferença.

No 3° período, os Warriors pareciam rendidos, pois 28 pontos era já uma enorme diferença para recuperar, ainda por cima não estando Curry, e Thompson não estando de mão quente. Doncic e Nowitzki iam dando espetáculo e os Mavericks chegaram a ter vantagem de 40 pontos, isto no Oracle Arena. No final do 3° período os Mavericks ganhavam por 108-70.

No 4° período ambas as equipas jogaram com os seus suplentes, e o jogo perdeu muito interesse a poder de fogo, tendo sido um 4° período sem história. Os Mavericks venceram por 35 pontos de diferença, uma das maiores derrotas dos Warriors em casa em épocas recentes.

Luka Doncic, em apenas 27 minutos fez um triplo-duplo, com 23 pontos, 10 assistências e 11 ressaltos, Nowitzki também esteve bem, anotando 21 pontos. Do lado dos Warriors, apenas Durant com 25 pontos e Cousins com 19 pontos estiveram quase ao nível habitual.

Os Warriors podem agora ser ultrapassados pelos Nuggets no topo da classificação da conferência Oeste, tendo um registo de 49-23, enquanto os estão com registo de 29-44, em 14° lugar na mesma conferência.

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *