Spurs retiram camisola de Ginobili

Manu Ginobili foi um dos jogadores que marcaram a história recente da NBA, em particular da equipa pela qual jogou de 2002 a 2018, os San Antonio Spurs.

O Argentino pelos Spurs venceu 4 anéis, sendo muito influente em todas essas conquistas, sendo que para muitos deveria ter sido o MVP das finais de 2005, que foi para Tim Duncan.

Manu Ginobili chegou à NBA vindo da EuroLiga, tal como Luka Doncic, tendo sido vencedor da prova e MVP da mesma em 2001, pouco antes de chegar à NBA, que aconteceria em 2002, já depois de outra grande campanha na EuroLiga pelo Bolonha.

Pela mão de Gregg Popovich, foi paulatinamente assumindo um lugar de destaque na equipa, sendo muitas vezes 6° jogador, apesar de ter mais minutos que muitos jogadores do 5 inicial.

Logo na sua 1a época venceu o título, quando David Robinson ainda estava na equipa, quem estava na equipa também era o Francês Tony Parker, que formaria com Tim Duncan e Manu Ginobili um “big three”, que marcaria uma época na NBA.

Manu Ginobili brilhou também a grande nível pela sua seleção, a Argentina, com a qual chocou o Mundo ao vencer os Estados Unidos nas meias-finais dos Jogos Olímpicos de 2004, isto antes del arrecadar a medalha de ouro.

Na sua passagem pelos Spurs o camisola 20, para além dos 4 títulos, foi 2× all-star (2005, 2011), 2× 3a equipa da NBA (2008, 2011), 6° jogador do ano em 2008 e esteve incluído na 2a equipa de rookies de 2003, isto tudo apesar de muitas vezes ser um 6° jogador, na conferência Oeste, a mais difícil, e numa equipa treinada por Gregg Popovich, que coloca o colectivo à frente das individualidades, e a jogar com lendas como Tim Duncan, o patrão da equipa, David Robinson, Tony Parker ou Kawhi Leonard.

O seu jogo altruísta, com grande inteligência, velocidade, competitividade e grande capacidade de lançamento fizeram dele um dos jogadores mais admirados de toda a NBA, sendo admirado por todos, e referenciado por muitos jogadores como uma influência, James Harden é um dos seus admiradores.

Para além disso, Ginobili era bom defensor e tecnicamente muito evoluído e trouxe para a NBA o euro-step, tornando-o muito popular, havendo muitos a afirmar que em jeito de homenagem, o movimento se deveria chamar Ginobili step.

Posto isto, é justo que esta madrugada antes do jogo com os Cavaliers os Spurs retirem a camisola com o seu número, a 20, que a passará a ser a camisola de Ginobili e só de Ginobili.

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *