Skip Bayless volta a dar alfinetada a LeBron

O analista desportivo Skip Bayless, muito conhecido nos EUA, sempre em cima dos rumores e notícias sobre a liga, falou no dia de ontem sobre vários assuntos da atualidade.

No meio das suas declarações, abordou o tema das finais de 2013, que ficaram para a história com o lançamento de 3 pts de Ray Allen a segundos do final da partida, que colocava frente a frente os Heat de LeBron e Wade, contra na altura os SA Spurs de Duncan, Ginobili, Parker e Leonard.

Os Spurs venciam por 5 a 28 segundos do fim e mesmo assim os Heat conseguiram dar a volta ao marcador, com um clutch moment do rei dos triplos, Ray Allen, momento marcante para todos os que seguem a liga.

Para Bayless, aquele momento em que Allen, contra todas as previsões, conseguiu colocar os Heat na frente e selar a vitória, tratou-se de um salvaamento e resgate do “The King”, que se tivesse saido derrotado teria ficado com um péssimo registo de 2-7 em finais da NBA, e se veria afogado num calvário de derrotas nos momentos decisivos.

Isto porque tratou-se de um lance fortuito em que por sorte LeBron lançou, falhou, Bosh conseguiu de forma lutadora o ressalto e colocou fora em Allen que conseguiu por os dois pés atrás da linha de 3 e concretizou o lançamento.

Já não é a primeira vez que o analista critica o King, será que vamos ter resposta de LJ23?

Consulta as declarações de Bayless, num tom de plena ironia:

“If Ray Allen doesn’t hit that greatest clutch shot ever, taking LeBron off the hook, LeBron is 2-7 in the Finals. Congratulations, Ray Allen saved you.”

Acrescentou ainda que o registo de 3-6 nas finais não lhe dá qualquer estatuto, e que as comparações com MJ sobre quem é o melhor de sempre não fazem sentido pois estamos a falar de um jogador que ganhou 6/6 nas finais que disputou.

João Pinto

Licenciado em Direito- Universidade Católica Portuguesa; Apaixonado pelo desporto e pela melhor liga do mundo; Fã dos Boston Celtics desde 2009, desde que um certo trio andou por lá a provocar estragos

Deixe uma resposta